• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.308 casos
  • 701 mortes
  • 33.807 curados
27.9 C
Serra
sábado, 23 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.308 casos
  • 701 mortes
  • 33.807 curados

Serra é a segunda cidade onde mais se mata no ES

Leia também

Serra ultrapassa as 700 mortes por coronavírus e já registra 35.308 casos

A Serra já registra mais de 35.308 casos confirmados e 701 mortes causadas pelo coronavírus. As informações foram divulgadas...

ES vai receber 35,5 mil doses da vacina exportada da Índia e menos de 2 mil serão da Serra

Após fracassadas tentativas de trazer a vacina de Oxford ao Brasil, o governo federal conseguiu viabilizar, juntamente com a...

Serra já vacinou 644 moradores contra a Covid-19 e campanha continua nesta sexta

Desde a última segunda-feira (18), a Serra já vacinou 644 pessoas com a primeira dose do imunizante contra o...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Cidade segue apresentando diminuições nos números de homicídios no ES. Foto: Agência Brasil

Mesmo com uma significativa diminuição no número de assassinatos, a Serra segue como a segunda cidade onde mais se mata no Espírito Santo. De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), de 1º de janeiro até o último dia 30 de setembro, 103 pessoas perderam a vida para a violência.

Segundo a Sesp, em comparação ao mesmo período do ano passado, o município teve uma queda de 30% nos registros de homicídios dolosos nos nove primeiros meses de 2019. Com isso, a Serra continua fora da liderança de assassinatos no estado – posto que ocupou por muitos anos e que agora está com Cariacica desde junho.

Em sete meses, Cariacica já contabilizou 107 homicídios, apesar de ter uma população menor que a da Serra. Mesmo estando em 1º lugar, Cariacica teve redução de 14% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2018, foram 124 casos.

A Sesp não informou qual o número total de mortes no Espírito Santo neste ano. Na Grande Vitória, foram 52 homicídios em Vitória, 92 em Vila Velha, 22 em Guarapari e 14 em Viana. No total, foram 390 mortes nos municípios da região metropolitana.

Delegado diz que apreensão de armas é um dos motivos para redução

Ao TEMPO NOVO, o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa da Serra (DHPP), delegado Rodrigo Sandi Mori, explicou que ações conjuntas de combate à criminalidade estão entre os fatores que ajudaram na diminuição dos assassinatos no município. “Creditamos essa diminuição ao trabalho desenvolvido pela DHPP Serra. A redução de homicídios se deve, principalmente, a uma investigação eficaz e à prisão de homicidas, não só daqueles que puxam o gatilho, como também dos chefes do tráfico – que mandam matar e autorizam as mortes -, o que diminui a sensação de impunidade”, afirmou Rodrigo no início de setembro.

O delegado ainda disse que ações da Polícia Militar e da Prefeitura também ajudaram nessa redução. “Importante destacar, também, o trabalho em conjunto que temos com o Ministério Público e o Poder Judiciário da Serra, além da Polícia Militar, que realiza apreensões de armas de fogo e prisão de traficantes. Também temos o trabalho da Prefeitura, que investe em projetos sociais nos bairros, iluminação pública e instalação de câmeras”, explicou

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!