23.7 C
Serra
sábado, 16 outubro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Serra começa operações tapa-buracos, mas alerta sobre tempo instável

Leia também

Câmara da Serra lança campanha para arrecadar e distribuir absorventes íntimos

A discussão sobre pobreza menstrual mobilizou a Mesa Diretora da Câmara da Serra. O presidente da Casa, vereador Rodrigo...

Serrana consegue anular dívida de R$ 14 mil após procurar ajuda no Procon-Ales

Com base na Lei 11.353, de autoria do deputado Vandinho Leite, que diz que moradores atuais das residências não...

Vidigal anuncia programa para castração e recolhimento de cães e gatos no município

O prefeito da Serra, Sérgio Vidigal, anunciou na tarde desta sexta-feira (15) que está criando, por meio da secretaria...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Imediações da Rotatória do Ó em Laranjeiras está entre os trechos mais esburacados. Foto divulgação

As operações de tapa-buracos em vias pavimentadas com asfalto terão prioridade nas regiões de maior fluxo de veículos nos próximos dias, na Serra. Nesse sentido, não será possível seguir o Cronograma Semanal de Serviços, em virtude das chuvas intensas dos últimos dias.

Mesmo com tempo instável e muita umidade, os reparos das vias danificadas serão iniciados a partir desta quarta-feira (13), pela Prefeitura da Serra, por meio da Secretaria de Serviços (Sese).

Os danos não serão reparados num único dia por vários motivos. Tecnicamente, com umidade elevada, o reparo com massa asfáltica a quente não é eficaz, o que levaria ao desperdício dos recursos públicos.

Assim, por conta da umidade nos próximos dias, é possível que haja reparos paliativos com massa a frio, que também não é eficiente, mas menos oneroso para o município.

Vale destacar ainda, que os reparos definitivos podem demorar alguns dias até que o tempo firme e a umidade do asfalto e dos buracos evapore. Só assim há eficiência dos serviços.

O secretário de Serviços da Serra, Enio Bergoli, explica que é preciso fazer o trabalho de forma correta, mesmo que leve um pouco mais de tempo.

“Solicitamos a compreensão dos moradores e a atenção dos condutores de veículos até que a recuperação de toda a malha viária da Serra seja restabelecida”, declara Enio Bergoli.

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!