26.1 C
Serra
sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Morador de bairro da Serra denuncia que está sem coleta de lixo há seis dias

Leia também

Vereador quer instituir o Dia Municipal do Rock

  A 17 dias das eleições municipais e pouco mais de dois meses para o fim dos mandatos dos  atuais...

Veja reação dos candidatos à pesquisa Enquet/TN de eleição para prefeito

Na manha desta quinta-feira (29), os eleitores da Serra puderam conferir os resultados da pesquisa Enquet/TN – que foi...

Justiça proíbe inaugurações na Serra após Audifax citar slogan de Fábio em evento

Acusado de ter feito propaganda eleitoral durante a entrega de uma obra na Serra, o prefeito Audifax Barcelos (Rede)...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Em Laranjeiras, muitas sacolas de lixo estão espalhadas pelas calçadas. Foto: Fábio Barcelos

Os moradores de diversas comunidades da Serra continuam tendo problemas com o serviço de limpeza, que é prestado pela Corpus. A empresa e a Prefeitura da Serra afirmam que o recolhimento de lixo já foi normalizado, mas segundo moradores, o problema continua. Em alguns bairros, os resíduos não são recolhidos desde o último dia 7, ou seja, há quase uma semana.

É o caso do bairro José de Anchieta. A moradora Candida Reis da Silva reclama: “Na minha rua o caminhão do lixo passou no último sábado (7). Até quando iremos ter que aguentar esse monte de lixo na nossa porta? Eles falam que estão recolhendo, mas isso é mentira. Precisamos de uma solução urgente.”

Situação parecida também acontece em José de Anchieta II, que fica ao lado do I. A moradora Margarida Teixeira está pedindo socorro. “Cadê o caminhão de lixo? Nós estamos há uma semana com os lixos acumulados e ninguém faz nada para resolver. Esse serviço de limpeza pública está dando problema desde o início, mas desta vez ficou ainda pior”, desabafa a popular.

Em Parque Residencial Laranjeiras, as ruas continuam cheias de lixo. Luis Felipe é morador da comunidade e entrou em contato com o TEMPO NOVO reclamando da situação. “O caminhão de lixo não passou na área de Parque Residencial Laranjeiras e adjacências na terça e nem na quinta. As ruas estão lotadas de sacolas”, denuncia.

Na quarta-feira (11), a Prefeitura da Serra tinha dito, por meio da Secretaria de Serviços, que o recolhimento tinha sido normalizado, inclusive, enviou fotos e vídeos dos funcionários recolhendo lixo em alguns bairros. O Município ainda afirmou que multou e notificou a Corpus, mas a empresa diz que não recebeu nenhuma multa.

No final da tarde desta sexta-feira (13), a empresa disse, por comunicado, que a coleta de lixo interrompida na 2ª feira (09) foi retomada na tarde da quarta feira (11). Confira a íntegra do comunicado.

“A Corpus informa que a coleta de lixo foi retomada na tarde de quarta-feira e, desde quinta, está sendo feito um esquema especial. Na manhã desta sexta-feira, 27 caminhões foram empregados na coleta, o que também será feito neste sábado, conforme acordado com a Prefeitura da Serra. A Corpus destaca que está trabalhando para minimizar os impactos causados pelas manifestações dos últimos dias.”

A reportagem está em contato com a Prefeitura para uma atualização da nota e em breve essa matéria será atualizada com a posição do Município.

Caminhão da empresa atropelou duas crianças 

Tudo começou quando um caminhão da Corpus, empresa que é responsável pela coleta e destinação de lixo na Serra, atropelou duas crianças em Ourimar, região de Manguinhos. De acordo com a Guarda de Trânsito, o veículo estaria em alta velocidade.

O duplo atropelamento aconteceu na última segunda-feira (9) e gerou quatro manifestações na ES-010. Além disso, com medo de represálias, os funcionários da Corpus cruzaram os braços, pararam de coletar e as ruas da cidade ficaram lotadas de lixo. Logo começaram a surgir as reclamações de moradores. Os bairros mais afetados foram os da região de Jacaraípe, grande Laranjeiras, José de Anchieta, Jardim Tropical, Alterosas, Bicanga e Maria Níobe.

A situação ficou ainda mais complicada na quarta-feira (12), quando o lixo que estava espalhado pelas ruas começou a feder e a incomodar a população. Foi nesse momento que a Secretaria de Serviços da Serra teve que ir à sede da Corpus para negociar com os funcionários da empresa para voltarem ao trabalho.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Veja reação dos candidatos à pesquisa Enquet/TN de eleição para prefeito

Na manha desta quinta-feira (29), os eleitores da Serra puderam conferir os resultados da pesquisa Enquet/TN – que foi o primeiro levantamento eleitoral contratado...

Justiça proíbe inaugurações na Serra após Audifax citar slogan de Fábio em evento

Acusado de ter feito propaganda eleitoral durante a entrega de uma obra na Serra, o prefeito Audifax Barcelos (Rede) está proibido, pela Justiça Eleitoral,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!