23 C
Serra
terça-feira, 12 de novembro de 2019

Segue polêmica sobre pontos de ônibus em ciclovias

Leia também

Frente fria passa pelo ES e traz mais chuva forte e rajadas de vento

Uma frente fria que está de passagem pelo Espírito Santo mudou o tempo. O ‘calorão’ que os capixabas estavam...

Sine abre 160 vagas de emprego na Serra

O Sine da Serra está com diversas oportunidades de emprego nesta terça-feira (29) e as chances são para profissionais...

Majeski defende candidatura de Bruno Lamas para prefeito da Serra

O deputado estadual Sergio Majeski (PSB) saiu em defesa do secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social, Bruno...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Rivadavia desaprova a instalação dos abrigos em ciclovias
Rivadavia desaprova a instalação dos abrigos em ciclovias. Foto: Bruno Lyra

Por Thiago Albuquerque

A instalação de abrigos de pontos de ônibus sobre ciclovias na Serra vem gerando polêmica na cidade. A prefeitura da Serra, que é a responsável pela instalação, garante que as ciclovias serão readequadas. Por enquanto, ciclistas devem ficar atentos, pois seu caminho pode ser interrompido por um abrigo quando menos se espera.

O mesmo vale para usuários do Transcol, já que alguns pontos estão com o assoalho desnivelado pelo meio-fio entre a ciclovia e a rua. Em nota à reportagem, a assessoria da prefeitura informou que as ciclovias terão novo traçado, passando por trás dos abrigos. E que as calçadas serão niveladas.

Na última segunda, quatro pontos de ônibus já haviam sido colocados sobre a ciclovia da avenida Paulo Pereira Gomes, que liga Laranjeiras II à Manguinhos. A prefeitura informou ainda que serão instalados 300 abrigos novos e recuperados outros 200 na cidade. Mas não detalhou quantos deles impactarão os cerca de 49km de vias para ciclistas existentes na cidade.

A implantação e recuperação dos abrigos e a adequação de calçadas e das ciclovias vai custar R$ 5 milhões, informou a prefeitura.

 

Ciclistas prometem protesto

Revolta é o sentimento dos ciclistas que usam a ciclovia da Paulo Pereira Gomes. Eles prometem uma manifestação no próximo dia 20 de setembro contra a instalação dos abrigos no local. O organizador, Anderson Luiz, está mobilizando adeptos pelas redes sociais. “Não queremos candidatos na manifestação, não serão bem recebidos”, avisa.

Quem deve participar é o ciclista Ivo Soares. “Acho um retrocesso essa atitude da prefeitura. Precisamos é incentivar a mobilidade e não piorar a situação”, critica.

O ciclista Rivadavia D’Andrea usa diariamente a ciclovia e está indignado. “Moro em Laranjeiras II, trabalho e estudo na UCL. É uma situação ridícula, tenho que sair da ciclovia para continuar a viagem”, lamenta.

Comentários

Mais notícias

Sine abre 160 vagas de emprego na Serra

O Sine da Serra está com diversas oportunidades de emprego nesta terça-feira (29) e as chances são para profissionais com diferentes níveis de escolaridade....

Majeski defende candidatura de Bruno Lamas para prefeito da Serra

O deputado estadual Sergio Majeski (PSB) saiu em defesa do secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social, Bruno Lamas, deputado licenciado e também...

Feriadão em Carapebus com Macucos, Italo Cosvosk e Djay Penélope

Está pensando em ficar na Serra no feriadão da Proclamação da República? Se sua resposta for sim, pode ir anotando na agenda. No dia...

Verão de Manguinhos vai ter show com Casaca, Zé Geraldo e Chimarruts

Manguinhos promete ser o balneário do verão da Serra. A vila de pescadores será palco do terceiro Festival de Verão Manguinhos e terá diversas...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!