• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
Paralisação no Transcol:

Rodoviários impedem retorno do Transcol e deixam população sem ônibus nesta terça

Leia também

Com investimento de mais de R$ 2 milhões, Fapes abre inscrições para bolsistas

Um investimento de R$ 2,1 milhões será destinado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo...

Efeitos da vacina? Jacaré tenta curtir uma praia, mas causa alvoroço em balneário da Serra

Procurada por quem gosta de belezas naturais e bastante tranquilidade, a Praia de Carapebus teve uma manhã agitada por...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Sindicato quer vacinação de todos os rodoviários. Foto: Gabriel Almeida | Arquivo Jornal Tempo Novo

A terça-feira (13) começou com grandes dificuldades para quem depende do transporte público nas cidades da Grande Vitória, inclusive na Serra. Acontece que o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários) está impedindo a saída de ônibus do Sistema Transcol das garagens das empresas. O movimento, que causa a paralisação da circulação dos coletivos, pede que os os motoristas e cobradores sejam vacinados contra o coronavírus.

Na Serra, há relatos de muitos moradores que não conseguem embarcar em ônibus nos bairros. O TEMPO NOVO apurou que um dos locais de manifestação é a garagem da empresa Unimar, em Laranjeiras Velha. Por lá, os sindicalistas não estão deixando os ônibus saírem. A situação se repete em toda a Grande Vitória. 

De acordo com o Sindirodoviários, a previsão é que a paralisação chegue ao fim somente as 9 horas. Em conversa com a reportagem, o sindicato afirmou que não há ônibus circulando nem para os profissionais de saúde. No entanto, afirma que não se trata de uma greve, mas paralisação que não foi anunciada antes para impedir ações judiciais. 

O Governo do Estado, que havia paralisado a circulação dos ônibus do Transcol durante duas semanas devido o agravamento da pandemia de coronavírus, decidiu retornar com os coletivos nesta terça-feira – o que não aconteceu devido o protesto que começou por volta das 4 horas.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!