Racha na corte? | Portal Tempo Novo

Serra, 11 de dezembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

O Nó da Gravata

por Conceição Nascimento

Serra, 16 de novembro de 2018 às 8:54

Racha na corte?


Na semana passada explodiu no meio político um possível racha entre o prefeito da Serra, Audifax Barcelos (Rede), e o deputado estadual Bruno Lamas (PSB). O motivo seria o repasse de convênios entre o Governo do ES e a Prefeitura. Após pedido do governador eleito, Renato Casagrande (PSB), Bruno vem defendendo o pagamento parceladamente. Já Audifax, temendo não receber, quer em cota única, como acordado com o atual Governador Paulo Hartung (sem partido).

Contas para 2020
Com isso, já tem especulações dando conta de que Casagrande vai costurar uma aproximação entre Bruno e o deputado federal Sérgio Vidigal (PDT), maior adversário de Audifax na Serra. Essa costura se daria visando às eleições de 2020. Vidigal pode ficar inelegível devido a uma decisão do Tribunal de Contas do ES, e com isso apoiaria incondicionalmente a candidatura de Bruno a prefeito, podendo indicar a vice e parte do secretariado. Com Casagrande no Governo do Estado e Vidigal dando apoio, Bruno Lamas poderia ter boas chances de se eleger. É o que vem sendo cotado nessa retinha final do ano.

Fortalecido
No último fim de semana Guilherme Lima retomou o comando da Associação de Moradores de Manguinhos. Guilherme é coordenador Geral da Assembleia Municipal do Orçamento (AMO), e está à frente das articulações do Orçamento Participativo (OP), que em 2019 deve ter valor recorde de mais de R$ 50 milhões em obras. Guilherme detém o apoio de muitas lideranças comunitárias, além de ser muito atuante em diversos conselhos municipais. Com esse trabalho, há quem aposte no nome de Guilherme para disputar uma cadeira de vereador em 2020.

Já ir com otimismo
O Tempo Novo publicou enquete no site com a pergunta: “Você acredita no sucesso do governo Bolsonaro?”. Parece que a maioria está otimista com o novo Governo. Até a última terça-feira (13), foram 1.197 votantes, dos quais 67% (803 votantes) optaram pelo “sim” e 33% (394 votantes) preferiram o ‘não”. É Esperar para ver.

Escalando o time
O governador eleito Renato Casagrande (PSB) anunciou nesta terça-feira (13) mais quatro nomes para sua equipe de Governo. Vitor de Angelo assumirá a Secretaria de Educação; Tyago Hoffmann fica com a Secretaria de Governo; Rodrigo de Paula será o procurador-geral do Estado e o delegado federal Roberto Sá assume a Secretaria de Segurança Pública. Casagrande já havia anunciado outros cinco nomes, que são Davi Diniz para a Casa Civil; Luiz Paulo Vellozo Lucas para o Instituto Jones dos Santos Neves (ISJN); Flavia Mignoni para a Secretaria de Comunicação e Rogelio Pegoretti para a Secretaria da Fazenda e Álvaro Duboc para o Planejamento.

Se toca Malta
Magno Malta parece não ter entendido ainda o recado das urnas. O senador não reeleito e (até agora) bolsonarista de carteirinha não esteve presente na votação que aprovou o reajuste de 16% nos salários dos ministros do STF, que pode gerar um impacto bilionário nas contas públicas. E olha que o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) orientou pela rejeição da matéria. Mesmo faltando a sessão, Malta, que vem fazendo campanha nas redes sociais para virar ministro de Bolsonaro, publicou um vídeo dizendo que o “Senado cometeu uma atrocidade”; que sempre pregou que “o supremo jamais poderia receber aumento” e se dizendo “triste” pelo resultado. O senador ainda questiona: “É para rir ou para chorar?”. Talvez seja isso que muitos se perguntam sobre o faltoso Magno…




O que você acha ?

Você concorda com a saída de Cuba do Mais Médicos?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por