Quase 10 mil doentes e três mortes por dengue na Serra

0
Quase 10 mil doentes e três mortes por dengue na Serra
 Serra fecha os cinco primeiros meses do ano com mais de 9.750 casos de dengue e três mortes pela doença neste ano. Foto: Divulgação 

A Serra fecha os cinco primeiros meses do ano com mais de 9.750 casos de dengue e três mortes pela doença neste ano. Enquanto isso, o município segue combatendo o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e também do vírus da zika e chikungunya. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), forças-tarefas e mutirões nos bairros são algumas das ações de combate.

Dados da Sesa divulgados na tarde da última quinta-feira (30) mostram que o aumento dos casos, em comparação ao mesmo período do ano passado, é de quase 2.000%. Neste ano, já foram 9.759, enquanto no ano passado foram apenas 467. Zika e chikungunya não tiveram nenhuma morte registrada, sendo confirmados, respectivamente, 57 e 28 casos na cidade em 2019.

A Prefeitura da Serra tinha programado um mutirão de combate à dengue para o último dia 25 de maio, mas foi cancelado. Também estava previsto um novo mutirão para este sábado (1º), que também não acontecerá. A Prefeitura não quis informar o motivo para os cancelamentos.

De acordo com a Sesa, nos últimos meses foram feitos mutirões e intensificadas ações em locais com maior incidência de casos das doenças, com fumacê, educação, além de visitas a casas, ferros-velhos, borracharias, floriculturas e outros locais. A Prefeitura ainda distribuiu repelentes nas unidades básicas de saúde e promete até confiscar terrenos baldios de quem não cuidar do local.

Comentários