• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 68.100 casos
  • 1.417 mortes
  • 66.111 curados
23.7 C
Serra
sexta-feira, 23 julho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 68.100 casos
  • 1.417 mortes
  • 66.111 curados

Quarenta pássaros silvestres são apreendidos na Serra

Leia também

Supermercado Casagrande multado em R$ 83 mil por fazer loja sem licença em Jacaraípe

A nova loja do supermercado Casagrande em Jacaraípe, prevista para ser inaugurada na semana que vem, foi multada em...

Estudo inglês demonstra que segunda dose de vacinas é essencial contra a variante delta

Mais um estudo demonstra a necessidade da segunda dose da vacina contra a Covid para que a proteção seja...

Gleisi Hoffman vem ao Estado para contribuir na formação de uma frente pró-Lula

  Com o avanço da popularidade de Lula no Espírito Santo e retomada do ex-presidente na preferência dos eleitores capixabas,...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

unnamed
Os pássaros silvestres foram apreendidos no último domingo (31). Foto: Divulgação

Quarenta pássaros silvestres foram apreendidos no bairro Costa Bela, no último domingo (31). As aves, em sua maioria canários-da-terra, sofrê e sanhaços e um papagaio-chauá, espécie atualmente ameaçada de extinção, eram mantidos em viveiros e gaiolas. A Polícia Militar Ambiental apreendeu também três alçapões dispostos com ração para atrair e capturar pássaros. A Polícia chegou até o local após denúncia anônima. A ação aconteceu em três residências distintas.

Conforme o Decreto nº 6514 de 2008, manter pássaros nativos silvestres em cativeiro, a multa é de R$ 500,00 por indivíduo de espécie não constante de listas oficiais de risco ou ameaçado de extinção e multa de R$ 5.000,00 por indivíduo de espécie constante de listas oficiais de fauna brasileira ameaçada de extinção constante ou não da convenção do comércio internacional das espécies da flora e fauna selvagens em perigo de extinção – CITES.

As multas serão aplicadas em dobro se a infração for praticada com finalidade de obter vantagem pecuniária.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!