• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados
23.4 C
Serra
terça-feira, 26 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados

Quarenta pássaros silvestres são apreendidos na Serra

Leia também

Coronavac: segunda remessa com mais de 16 mil vacinas chega ao Espírito Santo

Um novo lote da vacina Coronavac, produzida pelo Butantan/Sinovac, chegou ao Espírito Santo  nesta segunda-feira (25). De acordo com...

Vereadores aproveitam o recesso para enviar solicitações de serviços à Prefeitura da Serra

Antes mesmo do início das atividades em plenário, vereadores da Serra já apresentaram projetos, requerimentos de informações e indicações...

Roubo de cabos da OI, em Pitanga, deixa moradores sem internet

Moradores do bairro Pitanga, que fica na região rural da Serra, estão sofrendo com os constantes roubos de cabos...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

unnamed
Os pássaros silvestres foram apreendidos no último domingo (31). Foto: Divulgação

Quarenta pássaros silvestres foram apreendidos no bairro Costa Bela, no último domingo (31). As aves, em sua maioria canários-da-terra, sofrê e sanhaços e um papagaio-chauá, espécie atualmente ameaçada de extinção, eram mantidos em viveiros e gaiolas. A Polícia Militar Ambiental apreendeu também três alçapões dispostos com ração para atrair e capturar pássaros. A Polícia chegou até o local após denúncia anônima. A ação aconteceu em três residências distintas.

Conforme o Decreto nº 6514 de 2008, manter pássaros nativos silvestres em cativeiro, a multa é de R$ 500,00 por indivíduo de espécie não constante de listas oficiais de risco ou ameaçado de extinção e multa de R$ 5.000,00 por indivíduo de espécie constante de listas oficiais de fauna brasileira ameaçada de extinção constante ou não da convenção do comércio internacional das espécies da flora e fauna selvagens em perigo de extinção – CITES.

As multas serão aplicadas em dobro se a infração for praticada com finalidade de obter vantagem pecuniária.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!