21.6 C
Serra
quinta-feira, 04 de junho de 2020

PSB para Cabo Porto: ou deixa de ser bolsonarista ou sai do partido

Leia também

Para conviver com filhos, pais separados devem se adaptar na quarentena

Este artigo não remete necessariamente a opinião do Portal Tempo Novo, mas sim do advogado Leandro Sarnáglia. Desde o início...

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

O clima entre o PSB e o vereador da Serra, Cabo Porto, segue cada dia pior. Isso porque a linha ideológica do parlamentar – associada ao bolsonarismo, está incomodando os socialistas. Em conversa com o TEMPO NOVO o presidente estadual do partido, Alberto Gavini, voltou a direcionar recados ‘intimidadores’ a Porto, na prática, é o seguinte: ou muda ou sai do partido.

Foto: Arquivo pessoal

Cabo Porto é defensor de políticas para a facilitação da posse de armas e da implantação de projetos de Escolas Militares. Na Câmara, Porto faz parte do bloco governista, mas já subiu na tribuna para criticar a Secretária de Defesa Social, inclusive no período em que o coronel da reservar, Nylton Rodrigues, esteve na titularidade.

De acordo com Gavini, Cabo Porto terá que “reavaliar” sua linha ideológica se quiser continuar no PSB. “Foi feita uma conversa do comando municipal com Porto e ele terá que reavaliar suas atitudes, uma vez que o PSB tem dificuldade para conviver com isso (se referindo ao discurso associado ao bolsonarismo)”, disse Gavini.

O presidente continua: “Nós podemos ter amigos em todos os partidos, isso inclui quem não se alinhar com a filosofa do partido. Dentro do PSB nós somos contra essas coisas, como posse de armas. O partido já conversou com ele (diretório municipal), o PSB estadual ainda não entrou nessa conversa. Se entendermos que não está alinhado, vamos participar da conversa na Serra”, enquadra Gavini.

O presidente se refere a uma conversa feita entre a presidente municipal Márcia Lamas, e o secretário de estado, Bruno Lamas, da qual, foi feito uma tentativa de destensionar o clima entre o vereador e o partido. “Não tenho detalhes da conversa, que foi feita com Márcia Lamas, a presidente (do PSB-Serra). Hoje o Porto é um vereador do partido, temos respeito por ele e gostaríamos que ele se mantivesse no partido, mas para isso teria que se ajustar com a Executiva Estadual”, disse Gavini.

“Quando entrei, já sabiam quem eu era”, rebate Porto

Já o vereador rebateu as afirmações do presidente. “Quando entrei em 2016, o partido já sabia quem era o Cabo Porto e a minha linha dura e posicionamento, me aceitaram de portas abertas. Sempre respeitei o partido, seus componentes e admiradores, a decisão que este tomar, acatarei dentro do respeito e democracia”.

Comentários

Mais notícias

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O Hotel Praia Sol, localizado em...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir temas referentes à pandemia do...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!