21.8 C
Serra
quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Prestador de serviço acusa empreiteira da Prefeitura de calote

Leia também

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

 

rio jacaraipe editado
Empreiteira Ônix, contratada pela Prefeitura, é acusada de dar calote nos subcontratados. Foto: Edson Reis

Por Clarice Poltronieri

Prestadores de serviço que foram subcontratadas pela empreiteira Ônix Engenharia, que tem contrato com a Prefeitura para fazer as obras de dragagem e alargamento do rio Jacaraípe, reclamam de calote.

Relatos apontam que pelo menos dois subcontratados ficaram sem receber parte do serviço, incluindo aluguel de maquinário, caminhões e o galpão onde funcionava o canteiro de obras.

Dianderson Bastos Mazzariol alugou três caminhões na primeira etapa da obra. “O contrato fechava com 30 dias e pagamento previsto para o dia cinco. Não foi feito contrato escrito, pois eles enrolaram para fazer. Ficamos quatro meses na obra e só me pagaram dois. Largamos o serviço e eles contrataram outra empresa, que também não pagaram”, denuncia.

“O trato era receber depois de três meses de serviço. Meu caminhão levava pedra de Vitória para a obra e lá transportava a lama retirada do rio. Depois desse tempo, passaram 15 dias e nada de pagamento. Todos pararam de trabalhar. A empresa não deu baixa na carteira de ninguém e nos dispensou”, conta Orlando Vescovi.

O prestador que foi contrato após a dispensa dos primeiros, também reclama. “Nos contrataram para seis meses. Com quatro meses de trabalho comecei a reclamar e eles me pagaram um mês e meio, mas dispensaram os carros. A obra ficou parada. Tivemos reuniões com a prefeitura, vereadores, mas nada resolve. Somos pais de família e precisamos do nosso dinheiro”, protesta o motorista Ananias Ramos Martins.

O caso levou o vereador oposicionista Gideão Svensson (PR) a fazer uma reclamação na tribuna da Câmara da Serra.  Já a assessoria de imprensa da Prefeitura diz que paga em dia a empreiteira Ônix, sendo de competência da mesma, pagar os subcontratados.  A obra de dragagem e alargamento está orçada em cerca de R$10 milhões com previsão de término em 2016.

Uma funcionária da Ônix, Miriam Maciel, disse só gente do escritório da empresa que fica em Salvador, Bahia, poderia responder. A reportagem ligou diversas vezes para lá, mas ninguém atendeu.

 

Mais notícias

video

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), Bruno Lamas...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer mudanças. Na prática o banco...

Prefeitura faz demolição de casas em invasão na Serra

A invasão que persisti em continuar, na área de proteção ambiental, na Avenida Norte Sul, em Colina de Laranjeiras, sofreu mais um duro golpe...

Projeto abre mil vagas para cursos profissionalizantes

Está em casa desempregado e sem dinheiro para fazer um curso profissionalizante? Um projeto social da Serra, o Juventude Ativa, está com inscrições abertas...

Você também pode ler

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!