19.7 C
Serra
segunda-feira, 13 de julho de 2020

Prefeitura faz demolição de casas em invasão na Serra

Leia também

Pré-candidato do prefeito, Fábio Duarte tem a missão de ampliar a base de apoio na Câmara

Com a missão de defender o legado do prefeito Audifax Barcelos (Rede), o vereador Fabio Duarte (Rede) passou a...

Com 62.873 casos, Espírito Santo ultrapassa 2 mil mortes causadas pelo coronavírus

O domingo terminou com uma triste informação divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). De acordo com os...

Serra ultrapassa 9 mil casos confirmados e já possui 358 mortes causadas pela Covid-19

Seguindo na vice-liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A ação aconteceu na manhã desta quarta-feira (23). Foto: Divulgação

A invasão que persisti em continuar, na área de proteção ambiental, na Avenida Norte Sul, em Colina de Laranjeiras, sofreu mais um duro golpe hoje pela manhã.

Fiscais da Secretaria de Meio Ambiente da Serra retornaram ao local para derrubar uma casa que estava sendo erguida, no mesmo local onde fora derrubada há 15 dias. A casa, segundo informações é ocupada por um pastor, que seria o líder da invasão.

Além de derrubar a obra, os fiscais apreenderam ferramentas e materiais diversos, que seriam usados na construção e fizeram a demolição de outros dois barracos. A EDP Escelsa, que havia cortado a energia das casas (em torno de oito) a pedido da Prefeitura, retornou também ao local para desarmar os ‘gatos’ que foram feitos para terem energia elétrica.

Todas as cercas que dividiam os lotes, inclusive as que estão de frente para a Norte Sul foram derrubadas. O terreno invadido é público e faz parte da área de proteção ambiental da Lagoa Jacunem, onde tem várias nascentes

Para o TEMPO NOVO, a Secretaria de Meio Ambiente da Serra confirmou que realizou uma ação em Colinas de Laranjeiras, local que é uma Zona de Proteção Ambiental (ZPA) e que sofre com constantes ocupações irregulares.

A Semma informou ainda que fez ação no local há 15 dias, quando multou e notificou o invasor a demolir as construções. Com isso, a prefeitura retornou ao local e realizou a demolição de dois barracos nesta quarta-feira (23). “Foram retiradas várias cercas, muitos pneus e demolidas outras pequenas intervenções, como galinheiros, poços escavados, etc”, disse a prefeitura em nota.

Comentários

Mais notícias

Com 62.873 casos, Espírito Santo ultrapassa 2 mil mortes causadas pelo coronavírus

O domingo terminou com uma triste informação divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). De acordo com os últimos dados, o Espírito Santo...

Serra ultrapassa 9 mil casos confirmados e já possui 358 mortes causadas pela Covid-19

Seguindo na vice-liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de nove mil moradores infectados e...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!