• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados

Prefeitura da Serra volta a fechar acesso à Rotatória do Ó para obra de duplicação

Leia também

Festival apresenta 12 atrações musicais capixabas de diferentes estilos e linguagens

Doze atrações musicais capixabas com performances que entregam grito por diversidade e liberdade. E mais: dança, rock, fala, hip...

De mochilão e bicicleta, amigos vem pedalando da Argentina para conhecer belezas da Serra

Imagine conhecer o litoral brasileiro dando muitas pedaladas? Uma aventura e tanto, não é? Em busca da liberdade e...

Com investimento de mais de R$ 2 milhões, Fapes abre inscrições para bolsistas

Um investimento de R$ 2,1 milhões será destinado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

De acordo com a Prefeitura a interdição no acesso a Rotatória do Ó é “vital” para dar seguimento a obra. Foto: enviado pelo leitor.

Na manhã dessa terça-feira (13) motoristas que seguiam pela Avenida Paulo Pereira Gomes sentido Laranjeiras, voltaram a ter que utilizar o desvio pela rua Geraldo Del Pupo para acessar a avenida Talma Ribeiro e fazer o contorno de volta a Laranjeiras. No último final de semana – incluindo o feriado da segunda–feira (dia 12) – a Prefeitura tinha retirado um dos blocos de concretos que interditava o local.

De acordo com o município, o desvio é necessário para dar seguimento à obra de duplicação desse trecho da Paulo Pereira Gomes que dá acesso a Rotatória do Ó em Laranjeiras. De acordo com leitores do Jornal TEMPO NOVO o trânsito voltou a ficar tumultuado pela parte da manhã, inclusive até mesmo a ES-101 acabou sofrendo com aumento do fluxo de veículos, já que é uma rota alternativa para quem vem da região litorânea e quer acessar a parte continental da cidade.

Na semana passada, a Prefeitura interditou o trecho pela primeira vez e acabou causando muito contratempo aos motoristas desavisados. Com o forte impacto no trânsito, eles precisaram retornar na altura da empresa Fortlev; quem vinha dos bairros vizinhos como Morada de Laranjeiras e Portal de Manguinhos, por exemplo, chegou a ficar 30 minutos no trânsito para conseguir acessar a Laranjeiras.

Crédito: Prefeitura da Serra

Com o impacto na mobilidade urbana na região, a Prefeitura realizou mudanças semafóricas na Avenida Talma Ribeiro para auxiliar os veículos que vinha da Paulo Pereira Gomes e precisavam fazer o retorno em direção a Laranjeiras. Além disso, de acordo com o prefeito Sérgio Vidigal (PDT) a obra de duplicação será acelerada para diminuir o prazo de término da intervenção, que era de 60 dias. Com as equipes trabalhando aos sábados e domingos a previsão para conclusão das obras passou a ser no final de abril.

Outra ação para minimizar o trânsito, segundo a Prefeitura, é a presença dos agentes de trânsito durante os horários de pico, que caso seja necessário, irão canalizar o fluxo para melhorar o tráfego em determinados pontos para minimizar os efeitos da interdição.

Obra de R$ 40 milhões

Projeção de como deve ficar a atual Rotatória do O após as obras. Imagem: Divulgação/Prefeitura da Serra

Com um investimento de mais de R$ 40 milhões, a construção da nova Rotatória do Ó foi iniciada no ano passado em Parque Residencial Laranjeiras. A obra, que acontece em frente ao Hospital Estadual Dório Silva, promete agilizar a vida de quatro mil motoristas que circulam por hora na região. De acordo com a Prefeitura da Serra, serão construídos três mergulhões no local, que é palco de engarrafamentos e até acidentes.

Além dos três mergulhões, o projeto da obra aponta que serão feitas três faixas em sentido único para veículos em geral e duas faixas de mão e contramão exclusivas para o transporte coletivo. Ainda segundo o projeto, as duas passagens inferiores que ligam as avenidas Eudes Scherrer e Talma Rodrigues Ribeiro têm a extensão de 400 metros. Além disso, a passagem inferior que dá acesso à avenida Copacabana tem 180 metros, totalizando, assim, 580 metros de pista nas rampas do interior da rotatória.

O Município ainda afirma que assim que estiver pronta – previsão de dois anos – a população poderá contar também com um estacionamento público, uma praça e uma pista de skate, na parte central da rotatória que, hoje, é um terreno vazio.

A Prefeitura também promete várias melhorias também serão realizadas para os pedestres por meio das obras. O projeto prevê calçada e ciclovia que vai da Avenida Eudes Scherrer até a Av. Talma Rodrigues Ribeiro, passando inclusive pelo entorno da Rotatória do Ó e pela Av. Copacabana, com extensão total de 4,1 km.

A Prefeitura da Serra ainda afirmou que a obra vai desafogar o trânsito na região, agilizar a ligação entre os terminais de Laranjeiras e Jacaraípe e acabar com os estrangulamentos de trânsito que acontecem no local, principalmente nos períodos da manhã e da tarde.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!