20.3 C
Serra
sábado, 06 de junho de 2020

Prefeitura busca R$ 351.9 milhões de empréstimos para obras

Leia também

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Dalva diz que entre os empréstimos estão recursos para modernizar a pasta de Fazenda e melhorar eficiência na cobrança do IPTU. Foto: Jansen Lube

Por Conceição Nascimento

Três projetos de lei aprovados na Câmara da Serra na última segunda-feira (20) podem resultar em reforço de até R$ 350 milhões nos cofres da Prefeitura da Serra. Os PL’s 280, 274 e 284/2017 autorizam o prefeito da Serra a realizar empréstimos junto à Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. O prazo para pagamento será de 10 anos.

Segundo justificativa dos PL’s, os empréstimos vão financiar obras de infraestrutura, saneamento, pavimentação e ainda para promover estudos que visam o aumento na arrecadação de tributos municipais. Quem explica é a assessora especial para Captação de Recursos Dalva Guterra. 

Dalva explica que uma das tentativas de empréstimos, no valor de R$ 101.9 milhões é para desenvolver o programa Avançar Cidades. “Com os recursos haverá investimentos em obras de mobilidade, como a rotatória do O, em frente ao Dório Silva, com o mergulhão, pavimentação, ciclovia, calçada. Segundo pesquisa de tráfego que a Ceturb nos passou vão ser atendidas em torno de 110 mil pessoas, que circulam ali”, explica. 

Outro empréstimo, com montante de R$ 230 milhões, que segundo Dalva Guterra, já está sendo discutido com a Caixa Econômica. “Está bem adiantado, não está efetivamente fechado. Ainda não temos parcelas mensais (valor) definidas. A previsão de taxa de juros do Finisa é de 10.06% ao ano.  Do Finisa trabalhamos com duas etapas. A primeira, de 100 milhões, já está na Secretaria do Tesouro Nacional para validar. A segunda etapa de R$ 130 milhões, para obras de pavimentação, recapeamento, parte será destinada para o Hospital Materno Infantil; para Upa de Castelândia; segunda etapa da Praça Encontro das Águas; construção de unidades habitacionais em Vila Nova de Colares; drenagem e pavimentação de nove bairros, aproximadamente 102 mil metros; além da construção de calçadas cidadãs” detalha. 

O terceiro empréstimo deverá ser junto ao Banco do Brasil, para financiar o Programa de Modernização da Administração Tributária (PMAT), valor de R$ 20 milhões, com jutos de 8.2% ao ano. “Será feito o recadastramento imobiliário de todo o município e planta genérica de valores, que atualiza para o IPTU, a previsão é de um acréscimo de 10% na arrecadação”, disse.

 

Comentários

Mais notícias

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente do coronavírus. Isso porque já...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!