Polícia Ambiental resgata papagaio e pássaros silvestres na Serra

0
Todos os animais serão encaminhados ao Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias), em Aracruz, para reabilitação e posterior soltura no habitat natural. Foto: Divulgação BPMA
Todos os animais serão encaminhados ao Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias), em Aracruz, para reabilitação e posterior soltura no habitat natural. Foto: Divulgação BPMA

Vinte e quatro pássaros silvestres e um papagaio foram resgatados na Serra nesta quinta-feira (10).

A ação do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) foi em André Carloni e Taquara II e os animais eram mantidos em cativeiro de forma irregular. Os proprietários não possuíam autorização para criar as aves e responderão por crime contra a fauna.

Os policiais chegaram até as aves por meio de denúncias. Uma equipe fiscalizou quatro residências e um estabelecimento comercial, recolhendo um total de 24 pássaros da fauna silvestre, sendo dezoito “coleiros” e seis “trinca-ferros”. As aves não possuíam anilha de identificação e registro junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA). Além disso, um papagaio-chauá, espécie que atualmente se encontra ameaçada de extinção, também foi resgatado em uma das casas vistoriadas.

Todos os animais serão encaminhados ao Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias), em Aracruz, para reabilitação e posterior soltura no habitat natural.

Por se tratar de crime ambiental a manutenção ilegal de pássaros silvestres em cativeiro sem a devida licença, os autores estão sujeitos à pena prevista de detenção de seis meses a um ano e multa de R$ 500,00 por unidade sendo que, no caso de espécie em vias de extinção, o valor chega a R$ 5.000,00 por ave.

Comentários