21.1 C
Serra
sexta-feira, 10 de abril de 2020

Paratleta voa baixo nas pistas da Serra

Leia também

Império de Fátima vai doar cestas básicas para circos e máscaras para unidades de saúde da Serra

A escola de samba Império de Fátima se mobilizou para ajudar famílias carentes e artistas circenses da Serra. A agremiação...

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Marcelos Gomes é piloto de kart e de motovelocidade, onde é vice-líder do Estadual. Foto: Clarice Poltronieri
Marcelos Gomes é piloto de kart e de motovelocidade, onde é vice-líder do Estadual. Foto: Clarice Poltronieri

Clarice Poltronieri

Quem é apaixonado por esporte sabe que este é um estilo de vida impossível de abandonar. E se isso inclui velocidade, não há dificuldade que não possa ser superada. O paratleta Marcelo Gomes, 47 anos, é um exemplo disso, sendo o único na sua condição a competir na motovelocidade e kart do estado. Isto enfrentando outros pilotos que não são paratletas.

Apaixonado por motocicletas e atleta de motocross, Marcelo quase viu seu sonho ir por água abaixo ao perder parte de sua perna direita em um acidente de carro há 14 anos. Mas o que era para ser um impedimento, tornou-se exemplo de determinação e força após adotar o uso de prótese.

“Era competidor de motocross. Após o acidente, até tentei voltar, mas não daria para competir, pois a modalidade exige muito das pernas, o que seria difícil com a prótese. Então mudei para motovelocidade e kart”, conta.

Na motovelocidade, o atleta usa uma Kawasaki Ninja 300, uma moto comum, sem adaptações para a corrida, o que não o impediu de estar na vice-liderança do campeonato capixaba, apenas um ponto atrás do líder. Apesar da boa colocação, ele não sabe se vai participar da final, devido ao alto custo do esporte e da prótese.

“A cada corrida, além do gasto com os equipamentos da moto, tenho despesa com peças da prótese que se desgasta e chego a gastar R$ 8 mil por ano. Já excedi a verba para as competições deste ano e precisaria de mais patrocínio para disputar a final”, diz.

Marcelo é fã de kart e treina duas vezes por mês no kartódromo da Serra. Para manter o corpo preparado para as competições, o atleta trocou a musculação por atividades como pedalada e remo.

A adaptação à nova vida levou cerca de um ano e meio. “Foram seis meses de fisioterapia para colocar a prótese, depois veio à adaptação. O mais difícil era ver que grande parte das pessoas me desencorajavam a voltar para o esporte, mas tive grandes incentivadores como Torino Franklin de Oliveira, o que foi decisivo para minha volta. A primeira corrida depois do acidente foi apreensiva, mas hoje para mim é rotina”, relata.

O atleta recebe patrocínio da Mobil, Help Bikes, Ortopedia Pegadas e Farmácia São José. Quem tiver interesse em apoiar, entrar em contato pelo 99957-5421.

Comentários

Mais notícias

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de secretário de Serviços e de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

Serra tem 11 novos casos de coronavírus e registra 64 pacientes contaminados

Em 24 horas, a Serra teve um aumento significativo no número de casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Novos partidos alteram o tabuleiro no plenário da Câmara da Serra

Os sem-partido Os vereadores passaram um perrengue nos últimos dias do prazo para filiação partidária para quem tem mandato, 3 de abril. Após o corre-corre,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem