26.6 C
Serra
domingo, 16 de fevereiro de 2020

Pague 26 e leve 23 | Confira a coluna Nó da Gravata desta sexta (24)

Leia também

Rede nacional diz que Serra vai ter candidato a prefeito e Audifax pode ser Governador

O Centro da Boa Convivência de Laranjeiras foi palco neste sábado (15) da Convenção Estadual da Rede Sustentabilidade. No...

Em evento concorrido, PSB confirma pré-candidatura de Bruno Lamas à Prefeitura da Serra

A Serra foi o município escolhido para o PSB do Espírito Santo dar o start oficial à sua Pr'é-campanha...

Violência em Vitória: “É totalmente possível que chegue à Serra”

Diante dos ataques que estão assustando moradores e comerciantes de Vitória, a populaça da Serra está em estado de...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.


Pague 26 e leve 23

Após os vereadores de oposição colocarem o ‘pé na porta’ contra a posse do suplente de vereador Fábio Latino (PSB), o clima esquentou. Para contextualizar, alguns parlamentares estão se movimentando para impedir que Latino assuma a função do vereador Geraldinho Feu Rosa (afastado por suspeita de corrupção). Eles argumentam que a Câmara estaria pagando salários demais, já que a Casa contabiliza três vereadores afastados e dois suplentes empossados; todos recebem os vencimentos de R$ 9 mil/mês. Na prática, com Latino exercendo a função, a Câmara teria 23 cadeiras; entretanto, pagaria salário para 26.

“Submundo da política”

Latino, por sua vez, recorreu às redes sociais e subiu o tom. Ele disse que a Câmara está “rasgando a Constituição” e classificou o movimento de alguns parlamentares como o “submundo da política suja, antiga e arcaica” e pediu que o “deixem trabalhar”, pois é “injustiça e perseguição” o fato de não ser convocado para assumir a vaga.

No papo ou na Justiça

Para o TEMPO NOVO, um dos vereadores que encabeçam o movimento, Ailton Rodrigues (PSC), disparou contra Latino e afirmou que o suplente não procurou a Câmara para conversar: “Isso é uma atribuição do presidente [convocar o suplente]. Se ele entender que é importante convocar, que convoque. Se achar que não, não convoque. E quem estiver insatisfeito que recorra à Justiça [se referindo a Latino] e que espere a Justiça decidir. Se estivesse conversando desde o início, talvez já estaria [na Câmara]. Mas entendeu que o caminho da Justiça é mais seguro. E pode ter certeza de que a Câmara vai recorrer junto ao Tribunal de Justiça”…

Oposição desidratada

O bastidor: com o afastamento do vereador Nacib Haddad (PDT), em abril de 2019, e, posteriormente, Geraldinho Feu Rosa, a oposição foi perdendo poder de mobilização. Com isso, o prefeito Audifax Barcelos (Rede) conseguiu ‘facilitar sua vida’ na Câmara. Com a chegada de Latino, que tem um alinhamento com a base governista, a oposição desidrata ainda mais. Por isso, esperava-se que Latino abrisse um diálogo com o grupo oposicionista (que domina as comissões da Câmara), fato que não ocorreu e, por isso, o grupo colocou o pé na porta em sua convocação. Além disso, Latino será novamente candidato a vereador nesse ano, e com o mandato na mão, poderá ter mais capacidade de se viabilizar e tomar uma vaga.

Mergulhador nas férias

E o presidente Rodrigo Caldeira (Rede) nisso? Esse sumiu… Nem um pio. E a Justiça? Está de férias. Procurada, a assessoria da juíza Telmelita Guimarães foi questionada sobre uma possível decisão nos próximos dias sobre o pedido de Fábio Latino para tomar posse do cargo de vereador. Em nota, a assessoria limitou-se a dizer que a juíza “está de férias”.

PT quer a Prefeitura

Na quinta-feira passada (16), o PT da Serra se reuniu e decidiu por listar cinco nomes que poderão ser pré-candidatos a prefeito pela sigla. Segundo o presidente municipal da legenda, Miguel Júnior, são eles: Gilmar Ferreira, pela corrente interna Articulação da Esquerda; Caetano Roque, que é um militante antigo da sigla; Paulo César Borba e Fernanda Maria de Souza, pela CNB; e Cleber Lanes, pela Alternativa Socialista. Miguel ainda disse que o partido deve lançar uma campanha “puro sangue”, mas que dialoga com outras siglas em busca de apoio.

Comentários

Mais notícias

Em evento concorrido, PSB confirma pré-candidatura de Bruno Lamas à Prefeitura da Serra

A Serra foi o município escolhido para o PSB do Espírito Santo dar o start oficial à sua Pr'é-campanha de 2020. Em um evento,...

Violência em Vitória: “É totalmente possível que chegue à Serra”

Diante dos ataques que estão assustando moradores e comerciantes de Vitória, a populaça da Serra está em estado de alerta. Temem que a violência...

Feira de adoção de animais, promoções e samba agitam shopping no fim de semana

Poucas semanas antes da chegada do Carnaval, o capixaba que está à procura de preços baixos tem uma chance imperdível: o It Bazar +...

Evento de fortões em Guriri vai ter serranos participando

Neste sábado (15) vai ter Treinão Strong Show, em Guriri, às 15h, na praça Wilson Gomes, e vai ter serrano participando do evento. Um deles...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem