23.9 C
Serra
terça-feira, 22 de setembro de 2020

Orquestra do ES apresenta nova Sinfonia de Beethoven

Leia também

Quer emprego? Sine da Serra abre 166 novas vagas de trabalho nesta terça

Com oportunidades para diversas profissões, a terça-feira (22) chegou recheada de novas vagas de emprego no Sine da Serra....

Casagrande critica Bolsonaro por “negacionismo” de incêndios no Brasil

Em meio a incêndios que destroem o Pantanal e a Amazônia no Brasil, o governador Renato Casagrande (PSB), criticou,...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

As apresentações serão no Sesc Glória, em Vitória e os ingressos custam R$ 5 , meia entrada. Foto: Divulgação

Considerada uma obra monumental, a Nona Sinfonia de Beethoven foi uma das últimas composições escritas pelo alemão Ludwig Van Beethoven quando ele já estava completamente surdo. A emblemática sinfonia será apresentada pela Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses), sob regência do maestro Helder Trefzger, nos dias 13 e 14 de novembro, às 20h, no Teatro Glória, no Centro de Vitória, marcando a abertura do “Ano Beethoven”, em que se comemora os 250 anos de nascimento do compositor.

Os ingressos custam R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia) e podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Teatro Sesc Glória.

Beethoven é considerado um dos compositores mais importantes da história. Ele foi uma figura central na transição da era clássica para a romântica e inovou a música tanto na linguagem quanto no conteúdo. Em sua trajetória, ele criou nove sinfonias, sendo a última, composta em total solidão, devido à surdez que o acompanhou em seus últimos anos, mas que não o impediu de transmitir uma obra considerada grandiosa até hoje.

Participações especiais

O quarto movimento da 9ª sinfonia é chamado de Ode à Alegria, por utilizar um texto tirado do poema homônimo escrito pelo poeta alemão Schiller, contemporâneo de Beethoven. Ela é considerada uma das músicas mais conhecidas de todos os tempos, especialmente por ter um poema cantado por solistas e coral. Nas apresentações da Oses, contaremos com a participação dos solistas Joyce Martins, soprano; Ana Lúcia Benedetti, mezzosoprano; Daniel Umbelino, tenor e Sávio Sperandio, barítono. Além dos Coro Vox Victoria e o Coro Sinfônico da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), preparados pelo maestro Sanny Souza.

Repertório:

Beethoven – Abertura Egmont

Beethoven – Sinfonia n.º 9, em ré menor, Op. 125

Solistas: Joyce Martins, soprano; Ana Lúcia Benedetti, mezzosoprano; Daniel Umbelino, tenor; e Sávio Sperandio, barítono.

Participações Especiais: Coro Sinfônico da Fames (Regente: Sanny Souza) e Coro Vox Victoria (Regente: Sanny Souza)

Regente: Helder Trefzger

Serviço:

Abertura do Ano Beethoven – 250 anos de nascimento

Nona Sinfonia “Coral”

Séries quarta e quinta clássica

Dia: 13 e 14/11

Horário: 20h

Local: Teatro Glória, Centro de Vitória

Ingressos: R$ 10 (inteira) | R$ 5 (meia)

Compre antecipado na bilheteria do teatro, de terça-feira a domingo, das 11h às 20h

Tel: 3232-4750

Comentários

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Mais notícias

Casagrande critica Bolsonaro por “negacionismo” de incêndios no Brasil

Em meio a incêndios que destroem o Pantanal e a Amazônia no Brasil, o governador Renato Casagrande (PSB), criticou, nesta segunda-feira (21), o "negacionismo"...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!