24.5 C
Serra
domingo, 09 de agosto de 2020

Jeito de abandono

Leia também

Brasil ultrapassa 100 mil mortes causadas pela Covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (8) o número de 100 mil 477 mortes por Covid-19, desde o início da...

Sítios do agroturismo da Serra voltam a funcionar aos fins de semana

Quer fugir da agitação dos grandes centros e curtir o fim de semana de uma maneira tranquila e diferente?...

Na véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra | Veja os horários

Neste sábado (8), véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra e em toda...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Yuri Scardini

Passados quase seis meses do ano, a Serra segue à espera de investimentos do Estado. A lista é grande e conta com obras de expressão, como a recuperação da Avenida Abdo Saad, no valor de aproximadamente R$ 10 milhões. Avenida importante, mas que está se esfacelando. Outra obra é a construção da escola Aristóbulo Barbosa Leão, uma novela pavorosa que já consumiu R$ 12 milhões (entre aluguel, obras e demolição). Inclusive, a escola está no chão, servindo como ponto de prostituição e consumo de drogas.

Outro investimento a ser incluído nessa lista é o Contorno de Jacaraípe, via estruturante para o turismo da região praiana da Serra e para estabelecer uma nova área de expansão urbana. Podemos citar, ainda, a construção do Faça Fácil, que sequer saiu do papel desde 2014.

E não dá para esquecer dos convênios. Em seu primeiro ato de governo, Renato Casagrande (PSB) suspendeu R$ 24 milhões destinados ao município, distribuídos em cinco convênios para áreas de mobilidade urbana e saúde. Mesmo com a promessa de retomada das parcerias, apenas 10% foram concretizados.

Casagrande tem uma boa oportunidade de ficar bem com a Serra, já que foram aprovados dois fundos bilionários provenientes de acordos de distribuição de royalties de petróleo. Um deles é o Fundo da Infraestrutura, para obras. Resta saber o que vem para o município. Outro “detalhe” é a relação de Casagrande com o prefeito Audifax Barcelos (Rede), que está estremecida.

Entretanto, há informações de que os dois estariam iniciando um diálogo. Mas será que o governador vai condicionar isso a um eventual apoio do prefeito ao deputado licenciado Bruno Lamas (PSB)?

Comentários

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Mais notícias

Sítios do agroturismo da Serra voltam a funcionar aos fins de semana

Quer fugir da agitação dos grandes centros e curtir o fim de semana de uma maneira tranquila e diferente? Uma boa opção são os...

Na véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra | Veja os horários

Neste sábado (8), véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra e em toda a Grande Vitória. No município,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!