26 C
Serra
segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Jeito de abandono

Leia também

Manutenção da EDP vai deixar bairros da Serra sem energia nesta semana

Durante esta semana, muitas comunidades da Serra ficarão sem energia por um determinado período. Isso porque a EDP Espírito...

Alerta: previsão de chuva “forte e preocupante” para esta semana no ES

O volume de chuva estimado para próximos dias no Espírito Santo, por várias simulações atmosféricas feitas em supercomputadores, é...

Novo surto de dengue | Confira a ‘Charge do TN’ desta semana

Um aviso emitido pelo Ministério da Saúde deixou diversos municípios capixabas em alerta, inclusive a Serra. Isso porque 11...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Yuri Scardini

Passados quase seis meses do ano, a Serra segue à espera de investimentos do Estado. A lista é grande e conta com obras de expressão, como a recuperação da Avenida Abdo Saad, no valor de aproximadamente R$ 10 milhões. Avenida importante, mas que está se esfacelando. Outra obra é a construção da escola Aristóbulo Barbosa Leão, uma novela pavorosa que já consumiu R$ 12 milhões (entre aluguel, obras e demolição). Inclusive, a escola está no chão, servindo como ponto de prostituição e consumo de drogas.

Outro investimento a ser incluído nessa lista é o Contorno de Jacaraípe, via estruturante para o turismo da região praiana da Serra e para estabelecer uma nova área de expansão urbana. Podemos citar, ainda, a construção do Faça Fácil, que sequer saiu do papel desde 2014.

E não dá para esquecer dos convênios. Em seu primeiro ato de governo, Renato Casagrande (PSB) suspendeu R$ 24 milhões destinados ao município, distribuídos em cinco convênios para áreas de mobilidade urbana e saúde. Mesmo com a promessa de retomada das parcerias, apenas 10% foram concretizados.

Casagrande tem uma boa oportunidade de ficar bem com a Serra, já que foram aprovados dois fundos bilionários provenientes de acordos de distribuição de royalties de petróleo. Um deles é o Fundo da Infraestrutura, para obras. Resta saber o que vem para o município. Outro “detalhe” é a relação de Casagrande com o prefeito Audifax Barcelos (Rede), que está estremecida.

Entretanto, há informações de que os dois estariam iniciando um diálogo. Mas será que o governador vai condicionar isso a um eventual apoio do prefeito ao deputado licenciado Bruno Lamas (PSB)?

Comentários

Mais notícias

Alerta: previsão de chuva “forte e preocupante” para esta semana no ES

O volume de chuva estimado para próximos dias no Espírito Santo, por várias simulações atmosféricas feitas em supercomputadores, é extremo e muito preocupante. O...

Novo surto de dengue | Confira a ‘Charge do TN’ desta semana

Um aviso emitido pelo Ministério da Saúde deixou diversos municípios capixabas em alerta, inclusive a Serra. Isso porque 11 estados brasileiros correm o risco...

Poesia e música no Centro Cultural, em São Diogo, neste sábado

Neste sábado (18), às 18 horas, acontece a primeira edição do Sarau do Beco do Centro Cultural Eliziário Rangel, em São Diogo. O evento...

Prazer, sou doutor – Confira ‘O Nó da Gravata’ desta sexta

A coluna 'O Nó da Gravata' é escrita pela repórter de política, Maria Nascimento. Os textos são publicados todas as sextas-feiras na edição...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!