27.1 C
Serra
terça-feira, 31 de março de 2020

Óleo não é visto nas praias da Serra há 12 dias, diz Prefeitura

Leia também

Moradora de Valparaíso preocupada com aglomeração de pessoas em feira orgânica do bairro

Uma moradora de Valparaíso que não quis se identificar está preocupada com o número de pessoas que se aglomeram...

Supergasbras diz que não vai haver desabastecimento de gás no ES

    Um vídeo tem circulado em redes sociais e grupos de whatsapp desde a noite da última segunda (30). No...

Serra deve receber hospital de campanha para pacientes com Covid-19

Com previsão para entrega em 15 dias, a Serra pode ter o seu hospital de campanha, para atendimento às...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), o óleo que contamina a costa das regiões nordeste e sudeste do país não é visto nas praias da Serra há 12 dias. A informação foi divulgada na tarde de quinta-feira (28) pela assessoria de imprensa do órgão.

A Semma também informou que pediu à Cesan adoção de medidas preventivas para evitar a contaminação das águas do Reis Magos, que abastece 150 mil pessoas nas regiões de Serra Sede e Civit I. É que há risco de o rio ser contaminado pelo óleo, uma vez que as águas do mar entram no manancial pela foz, em Nova Almeida, e seguem até o ponto de captação da Cesan em Putiri 13 km acima.

No entanto, acrescenta a Semma, não foram constatadas manchas de óleo no rio. O órgão não soube informar se a Cesan continua usando as águas do Reis Magos ou se as substituiu pelo líquido coletado no rio Santa Maria, uma vez que os dois sistemas são interligados. Vale lembrar que, em outubro, a Cesan mandou água salobra para moradores atendidos pelo rio Reis Magos.

A reportagem acionou a concessionária, que não se manifestou até o fechamento desta edição, às 18h.

O óleo foi visto na Serra nos dias 15 e 16 de novembro, mas apenas nas praias de Jacaraípe e Costabela. Segundo a secretária de Meio Ambiente, Áurea Galvão, 1,1kg do material oleoso misturado à areia, algas e a outros elementos naturais foi recolhido nos dois dias. Não houve interdição das praias para banho.

 

 

Comentários

Mais notícias

Supergasbras diz que não vai haver desabastecimento de gás no ES

    Um vídeo tem circulado em redes sociais e grupos de whatsapp desde a noite da última segunda (30). No vídeo, o motorista de caminhão...

Serra deve receber hospital de campanha para pacientes com Covid-19

Com previsão para entrega em 15 dias, a Serra pode ter o seu hospital de campanha, para atendimento às suspeitas e aos infectados com...

PDT nega aproximação com Rodrigo Caldeira

Lideranças do Partido Democrático Trabalhista (PDT) reagiram a matéria publicada no Tempo Novo, nesta segunda-feira (29), dando conta de que o presidente da Câmara...

Ceturb apresenta nesta quarta-feira plano de ação para evitar aglomerações nos terminais

Guardas municipais e agentes da Polícia Militar devem atuar nos terminais rodoviários da Grande Vitória para impedir aglomerações. Essa é uma das medidas a...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem