26.6 C
Serra
domingo, 23 de fevereiro de 2020

“O polo Cercado da Pedra é lugar  privilegiado para investimentos”

Leia também

Edson Vargas e Cabo Porto: duas perdas trágicas para a política e o município da Serra

Por Eci Scardini: Dois jovens políticos deram adeus de forma trágica e precoce dessa vida: Edson Vargas e Cabo Porto. Outras...

Lideranças políticas lamentam morte de Cabo Porto e família

  Luto Oficial de 3 dias no Espírito Santo e na Câmara da Serra. Os capixabas foram surpreendidos neste sábado...

Corpo do vereador Cabo Porto será velado na Câmara da Serra a partir das 9h30 deste domingo

      A Câmara da Serra foi o local escolhido pela família para o velório do vereador Cabo Porto (PSB), sua...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

 

Djalma Neto diz que processo de licenciamento tem que ser mais rápido na Serra. Foto: Joatan Alves

Por Yuri Scardini            

Com 40 anos, a Associação de Empresários da Serra (Ases) se vê em um novo desafio: Como contribuir para a Serra criar um novo ciclo de desenvolvimento? Para o empresário Djalma Quintino Neto, que assumiu o comando da entidade na última quinta-feira (23), a solução passa pelo fomento da inovação e obras estruturantes na área de logística. Nesta entrevista, Djalma fala ainda sobre a demora nos licenciamentos e alerta para uma possível fuga de capital caso a cidade de Aracruz entre na Sudene.

Ases deu início às obras da Casa do Empresário. Como vai somar para o empresário e empreendedor da Serra?

A intenção é um ambiente de integração no setor produtivo. Queremos gerar mais conteúdo para os associados, estudos, e informação, que são a base da tomada de decisão econômica e política, além de encontros, workshops e fóruns. A Casa do Empresário é o sinal claro de que o empresário quer continuar aqui; quer investir e quer crescer aqui.

Quais são os principais desafios dessa sua gestão como presidente?

Gostaria de destacar três desafios grandes. O primeiro é concluir a Casa do Empresário; o segundo é fomentar a cultura da inovação. E terceiro, o desafio é atuar junto com o setor público nas questões de desburocratização, para que a Serra seja mais atrativa para investidores e empresas.

Quais as dificuldades para se investir na Serra, e o que fazer para tornar a cidade mais atraente?

Precisa melhorar o tempo de resposta na questão dos licenciamentos, para que o empresariado não desanime e desista. Recentemente, a prefeitura assinou com a Findes as dez medidas de desburocratização. Além de buscar formas de incentivos fiscais. Pretendo que a Ases esteja inserida neste contexto. Hoje o polo Cercado da Pedra é um lugar privilegiado para se fazer investimentos.

A Câmara federal aprovou a inclusão de três municípios capixabas na Sudene: Aracruz, além de Itarana e Itaguaçu. Caso seja aprovado, a Serra pode sofrer impacto econômico?

É uma grande preocupação, especialmente Aracruz. Pois passa a ter uma vantagem competitiva muito forte para os investidores, e pode haver uma fuga de investimentos. Então, esta questão da desburocratização e incentivos a Serra vai ter que fazer este papel. Enquanto instituição, vamos trabalhar junto à prefeitura para estudar possibilidades de diminuir esse impacto.

Outra questão é a futura implantação do Porto Central, em Presidente Kennedy. Especialmente no que tange à indústria do mármore que é extraído no Sul, mas com boa parte do beneficiamento na Serra. Pode haver um desmonte desse setor na cidade?

Neste momento a gente não avalia esse risco. Mas não deixa de ser um ponto que a gente tem que ter atenção. É um belo tema para um dos nossos Canegs (Café com negócios).

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Paulo Menegueli, disse que a Prefeitura estuda fazer um polo de tecnologia na área médica. O município vem tratando isso com a Ases?

O Paulo já falou sobre essa intenção com a gente. Na verdade eles têm uma intenção de tecnologia para fomentar a inovação também, o que tem conexão com a ASES e a nossa vontade de fomentar a inovação.

A Serra teve alguns ciclos de desenvolvimento, como, por exemplo, com a economia do abacaxi, e depois com o processo de industrialização. Como você enxerga um novo ciclo de desenvolvimento para a cidade?

A Serra tem localização extremamente privilegiada; Você tem um porto dentro da Serra, um porto próximo também; o aeroporto; as BR’s que ligam o Brasil. Então neste terceiro ciclo, temos a questão da inovação, inovar para crescer e aproveitar esse potencial logístico. A Serra é o município que agrega esse valor, por mais que sofra essa concorrência com os municípios que estão sendo incluídos na Sudene, tem que pensar no estratégico geográfico. O que tem que ser colocado é fazer investimentos estruturantes; melhorar os acessos, definir a questão da duplicação da BR e buscar incentivos para que o Contorno do Mestre Álvaro saia logo do papel, e a ES 010, que precisa de um novo acesso. 

 

 

 

Comentários

Mais notícias

Lideranças políticas lamentam morte de Cabo Porto e família

  Luto Oficial de 3 dias no Espírito Santo e na Câmara da Serra. Os capixabas foram surpreendidos neste sábado (22) com a notícia da...

Corpo do vereador Cabo Porto será velado na Câmara da Serra a partir das 9h30 deste domingo

      A Câmara da Serra foi o local escolhido pela família para o velório do vereador Cabo Porto (PSB), sua esposa e filho, mortos em...

Artigo de opinião TN | Morte de Cabo Porto e família é uma tragédia para a Serra

A morte do vereador Cabo Porto, em um acidente de trânsito no interior do estado, mexeu muito com a cidade. Isso porque o parlamentar...

Cabo Porto, esposa e filho morrem em acidente no interior do Estado

O vereador da Serra, Cabo Porto, morreu na tarde deste sábado (22) num acidente na rodovia BR 101, na zona rural, de Linhares. O...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem