20.8 C
Serra
sexta-feira, 10 de abril de 2020

O editorial desta semana é sobre mercado imobiliário- Leia no ‘Mestre Álvaro’

Leia também

Império de Fátima vai doar cestas básicas para circos e máscaras para unidades de saúde da Serra

A escola de samba Império de Fátima se mobilizou para ajudar famílias carentes e artistas circenses da Serra. A agremiação...

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.
Por Eci Scardini 

Terminado o primeiro ano de governo de Bolsonaro, estancada a queda da economia e o mercado acostumado com as ‘baboseiras’ que o presidente e seus filhos falam e fazem, há no ar uma leve perspectiva de melhora na economia; pequena, mas o suficiente para fazer o mercado se movimentar.

Aqui na Serra, o que se nota é uma singela procura imobiliária, mais notadamente demandas empresarias, como galpões e áreas nuas para a implantação de plantas industriais ou de logísticas. Não é nada ainda para ser comemorado, mas indica a tendência. Até porque, há bom tempo que as empresas estão represadas em suas expansões em função da desaceleração da economia.

Em se tratando da expansão da atividade empresarial, se for do ramo de comércio varejista e de serviços ao público – como supermercado, farmácia, escolas, equipamentos de saúde, entre outros -, a demanda maior continua a ser no entorno de Laranjeiras, em parte da BR-101, da avenida Norte-Sul, da ES-010 e em algum outro local de fluxo de pessoas e carros.

Se forem plantas de transportes, logística e indústrias de baixo impacto ambiental, a procura é por áreas de metro quadrado mais baixo, como a parte norte da BR-101, os polos empresariais, as transversais à ES-010, o Contorno e algumas regiões onde os preços não estão tão salgados.

O mercado aposta em duas novas frentes de desenvolvimento empresarial. Uma é o Cercado da Pedra, anexo ao Civit II, da Suppin, que está colocando em oferta pública 61 lotes de tamanhos e preços variados. A outra frente é o futuro Contorno do Mestre Álvaro, um trecho da BR-101 ainda em construção. Serão 18 quilômetros de autoestrada, com o leito da pista elevado e que dificultará muito o desenvolvimento imobiliário nas áreas em suas margens, que ficarão em um nível mais baixo em relação ao da pista.

O mercado imobiliário voltado para projetos habitacionais não deu sinal de reação. O que se tem é o que já está aprovado e em construção. São projetos do programa Minha Casa Minha Vida da MRV e Morar.

No varejo, tem muita coisa acontecendo, principalmente casas geminadas e duplex, que viraram moda na Serra. Colina de Laranjeiras, Morada, Portal de Manguinhos e Jacaraípe são os bairros preferidos para esses dois modelos de moradia. Os loteamentos fechados, que são o Boulevard Lagoa, o Arquipélago de Manguinhos e o Alphaville têm dado demonstração de vitalidade, mas ainda há um estoque grande de lotes disponíveis em todos eles.

 

Comentários

Mais notícias

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de secretário de Serviços e de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

Serra tem 11 novos casos de coronavírus e registra 64 pacientes contaminados

Em 24 horas, a Serra teve um aumento significativo no número de casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Novos partidos alteram o tabuleiro no plenário da Câmara da Serra

Os sem-partido Os vereadores passaram um perrengue nos últimos dias do prazo para filiação partidária para quem tem mandato, 3 de abril. Após o corre-corre,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem