22.6 C
Serra
domingo, 05 de julho de 2020

“O Contorno do Mestre Álvaro é obra de Bolsonaro, mas já tem político da Serra dizendo que foi ele”, diz Soraya Manato

Leia também

Projeto garante teste gratuito de coronavírus a doadores de sangue

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei versa sobre a inclusão de testes para detecção da Covid-19 em...

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12...

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

A deputada Soraya Manato (PSL) defende o Governo do presidente Jair Bolsonaro e estica a corda contra políticos que tentam usar obras federais na Serra para se auto promover. Foto: divulgação.

Com 57.741 votos, a médica Soraya Manato exerce seu primeiro mandato como deputada federal. Bolsonarista de carteirinha, ela defende o presidente e acusa adversários de tentar derrubá-lo “para voltar ao poder e continuar com a roubalheira”. Entre outras coisas, ela defende o uso da cloroquina para tratar pacientes de Covid-19, critica o STF e questiona o uso do dinheiro federal por parte do governador Renato Casagrande aqui no ES. Esposa do ex-deputado Carlos Manato, que iniciou sua vida pública na Serra, Soraya também sobe o tom contra políticos locais -sem citar nomes, que “votam contra o presidente” no Congresso, mas “tentam receber autoria das obras federais no município”.

Como avalia o Governo do presidente Jair Bolsonaro no enfrentamento a crise do coronavírus?

A crise é global e mesmo países de primeiro mundo não conseguiram controlar a doença. Mas o Governo segue apresentando resultados, como auxílio emergencial, por exemplo, que é o maior programa de transferência de renda da história do país e que foi executado em tempo recorde. O problema é que existe um sistema que trabalha contra o Brasil e a todo momento tenta desestabilizar o Governo usando o coronavírus como ferramenta.

Que tipo de sistema você se refere?

Bolsonaro foi eleito como um contraponto ao sistema corrupto que aparelhou o país. Um conjunto de jornais que sempre se beneficiou de fatias gordas de publicidade, governadores que faziam parte de esquemas em estatais e sempre indicaram ministros para manterem influência sobre o Governo. Movimentos sindicais, MST, CUT, entre outras entidades que recebiam dinheiro público para serem usados com finalidade política. O STF que quer ter poder ilimitado para 11 ‘deuses da República’. Esse sistema a qual me refiro e que trabalha para derrubar o presidente e voltar ao poder.

Essas trocas de ministros na pasta da Saúde pode ser considera um sinal de má gestão do Governo?

Troca de ministros sempre existiu em todos os Governos, mas tudo que tange a Bolsonaro, é potencializado negativamente. É dado um foco desproporcional e jogam tudo na conta do Governo, mas vamos lembrar que o STF passou a responsabilidade das ações do coronavírus para os governadores e prefeitos. E Bolsonaro tem repassados bilhões para os Estados e municípios combaterem o coronavírus. Tem duas semanas que o Casagrande recebeu R$ 250 milhões de um total de R$ 1 bilhão. Em quê foi investido esse dinheiro? Ninguém sabe…

Bolsonaro foi contra o isolamento social, não segue as determinações da OMS e as vezes nem do próprio MS. Como avalia isso?

Entendo que Bolsonaro equilibra todas as questões. Ele tem alertado que fechar tudo não é a melhor solução, pois vai agravar a crise econômica e consequentemente vai provocar mais mortes. Mas infelizmente os adversários politizaram a pandemia. Veja a questão da cloroquina… aqui no ES há denúncias de que foi retido propositalmente para atrapalhar a distribuição. Eu sou médica, e tenho o direito de receitar o remédio se eu entender que é bom para o meu paciente. Mas quiseram me tirar esse direito por pura politicagem.

Você acha que ele termina o mandato? Já existem correntes pró impeachment…

Lógico que termina e com grande chances de reeleição, que crime Bolsonaro cometeu para sofrer impeachment? A Dilma fez peladas fiscais e foi conivente com a roubalheira do PT… Não tem um caso de corrupção no Governo atual, não tem irregularidades fiscais e acima de tudo, ele tem apoio da população, não tem nada que dê embasamento para um impeachment.

E os casos que envolvem os filhos, especialmente Flávio Bolsonaro?

Precisamos separar as coisas, cada um responde pelo próprio atos. Se seu filho fizer algo de errado, você que vai receber a culpa disso? Fizeram uma devassa na vida do Bolsonaro, em 30 anos de Congresso nunca encontraram nada, nunca foi provado nada. Quantos políticos podem dizer o mesmo? Até que se prove o contrário, Bolsonaro é honesto e ponto final.

O que você acha que Bolsonaro vai entregar para o Brasil após seu mandato?

Com certeza será um país mais politizado e atento com o uso do dinheiro público. Antes era tudo uma farra, mas Bolsonaro empoderou as pessoas comuns, o pagador de impostos que passou a questionar os políticos, que ganhou voz. Além disso, o Governo é fazedor de obras, veja os exemplo da Serra, o Hospital Materno Infantil deve ser inaugurado esse ano, tem dinheiro federal lá, ficou 6 anos com obras indo e vindo, e agora vai sair com Bolsonaro. O Contorno do Mestre Álvaro, ficou 20 anos no papel, foi Bolsonaro entrar no Governo que a obra deslanchou. Mas aí você vai ver político da Serra dizendo que foram eles, são os mesmos que criticam Bolsonaro e votam contra em tudo lá na Câmara Federal.

A quem você se refere, especificamente?

Prefiro não citar nomes, a população vai saber dividir o joio do trigo, hoje as pessoas estão muito mais atentas.

Comentários

Mais notícias

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12 de julho, as 16 horas....

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do acompanhante), que alterou a lei...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!