22.7 C
Serra
sexta-feira, 03 de julho de 2020

Novos radares na Serra vão multar a partir de setembro

Leia também

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12...

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do...

Serra ultrapassa oito mil casos confirmados de coronavírus e atinge 320 mortes

Seguindo na liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Já estão sendo instalados os radares na BR 101 entre Nova Carapina, Cidade Pomar e Campinho da Serra, um dos trechos mais perigosos da rodovia. Eles ficarão no meio das duas ladeiras próximas do trevo de Cidade Pomar, este ainda não concluído. A previsão é que os aparelhos comecem a multar no final da próxima semana.

Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes

(DNIT), que é o responsável pela instalação dos equipamentos, um dos redutores de velocidade ficará no km 260,14 e outro no km 261,30, com o limite máximo de velocidade permitida de 60 km/h.

A assessoria de comunicação informou que a previsão para conclusão das obras físicas dos radares é para o final deste mês de agosto, dependendo das condições climáticas. Não foi informado o custo do serviço. Na última quarta- feira (20) a reportagem foi até o local. Além das obras de instalação, chamou a atenção a quantidade de uma substância escura, parecendo óleo, espalhada sobre o solo às margens da rodovia entre Nova Carapina e a estrada do Urubu em Cidade Pomar.

O trecho, uma ladeira, fica na bacia da lagoa Jacuném.

A empreiteira responsável é a Sitran – MG. O DNIT não revelou o quanto está gastando no radar.

 

Trevo

Embora esteja sob a concessão da Eco 101 desde ano passado, ficou com o DNIT a responsabilidade de concluir o trevo de acesso ao bairro Cidade Pomar, que fica na baixada entre as duas ladeiras que estão recebendo o radar. O trecho é um dos mais violentos do trecho capixaba da rodovia segundo a Polícia Rodoviária Federal(PRF).

A assessoria do DNIT que as obras do trevo, paralisadas três vezes, foram retomadas. Mas, na última quarta, a reportagem esteve na área e não viu qualquer movimentação de obra.  De acordo com o DNIT, o prazo para conclusão dos serviços é de um ano. Não foi informado se foi feito um novo contrato e nem se haverá acréscimo no orçamento inicial de 14 milhões do serviço no trevo.

Moradores do entorno já fizeram várias manifestações cobrando a retomada da obra. A última foi no dia 24 de julho.

 

Radar trevo da Cidade Pomar
Velocidade máxima de 60 km/h próximo ao Trevo de Cidade Pomar

 

 

Comentários

Mais notícias

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do acompanhante), que alterou a lei...

Serra ultrapassa oito mil casos confirmados de coronavírus e atinge 320 mortes

Seguindo na liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de oito mil moradores infectados e...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!