• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados
23.4 C
Serra
terça-feira, 26 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados

Na semana da Enfermagem, conheça o profissional cujo dever é cuidar das pessoas

Leia também

Coronavac: segunda remessa com mais de 16 mil vacinas chega ao Espírito Santo

Um novo lote da vacina Coronavac, produzida pelo Butantan/Sinovac, chegou ao Espírito Santo  nesta segunda-feira (25). De acordo com...

Vereadores aproveitam o recesso para enviar solicitações de serviços à Prefeitura da Serra

Antes mesmo do início das atividades em plenário, vereadores da Serra já apresentaram projetos, requerimentos de informações e indicações...

Roubo de cabos da OI, em Pitanga, deixa moradores sem internet

Moradores do bairro Pitanga, que fica na região rural da Serra, estão sofrendo com os constantes roubos de cabos...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Fabiana dos Reis é supervisora de enfermagem da Upa de Carapina. (Foto: Divulgação)

Durante a semana da enfermagem, comemorada de 12 a 20 de maio, a Organização Social Mahatma Gandhi, que passou a gerir a Upa de Carapina há um mês, ressalta a importância do profissional de enfermagem no cuidado e tratamento do paciente.

Segundo a supervisora de enfermagem da Upa, Fabiana dos Reis Juvencio Neicesse, “a enfermagem atua no processo de educação continuada, na assistência primária e no cuidado após o diagnóstico de doença. Esse profissional cuida para que a longo prazo o paciente não precise de internações e tenha uma melhor qualidade de vida. ”

A profissional ressalta que, em unidades de emergência e prontos-socorros, o enfermeiro atende pacientes que necessitam de cuidados urgentes, que foram vítimas de acidente ou estão sofrendo uma crise de dor. Fabiana explica como deve agir o enfermeiro diante dessas situações. “Ele precisa ser forte e ágil nos procedimentos. Seu trabalho inicia antes mesmo de o paciente chegar, garantindo que o local esteja organizado; os equipamentos, testados; e os materiais, em fácil acesso”. 

Para ela, atuar em saúde pública é um desafio diário, pois o maior objetivo é a resolutividade. “Mas, acimo de tudo, nos colocamos no lugar do outro, de quem está sendo atendido, com algum tipo de problema e em busca de uma solução. Portanto, é preciso entender que essa pessoa pode estar mais nervosa ou insegura. Por isso é normal encontrarmos situações de descontrole emocional e temos que saber lidar com tudo isso”, pondera.

O papel do enfermeiro

A supervisora de enfermagem da Upa de Carapina explica que uma das tarefas primordiais do enfermeiro é ter atenção a detalhes que podem salvar vidas. “Como passamos muito tempo com o paciente, criamos um elo de confiança que nos permite saber situações particulares que podem ajudar no tratamento”. Para Fabiana, é por essa razão que o profissional deve ser paciente para ouvir as pessoas e entender as razões de certos comportamentos, muitas vezes causados por nervosismo, medo e raiva, seja pela doença ou por outras preocupações. “Um gesto de calma e atitudes como palavras de ânimo fazem parte de nossa rotina”, frisa.

E como são duas profissões cujas tarefas ainda suscitam dúvidas, Fabiana dos Reis explica as diferenças básicas entre o enfermeiro e o médico. “É o enfermeiro que cuida do paciente e o acompanha de perto para que a sua recuperação seja feita de forma eficiente; enquanto o médico investiga, diagnostica e trata doenças”.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!