26.5 C
Serra
domingo, 19 de janeiro de 2020

Música ajuda professores a ensinar alunos em escola da Serra

Leia também

Novo surto de dengue | Confira a ‘Charge do TN’ desta semana

Um aviso emitido pelo Ministério da Saúde deixou diversos municípios capixabas em alerta, inclusive a Serra. Isso porque 11...

Poesia e música no Centro Cultural, em São Diogo, neste sábado

Neste sábado (18), às 18 horas, acontece a primeira edição do Sarau do Beco do Centro Cultural Eliziário Rangel,...

Prazer, sou doutor – Confira ‘O Nó da Gravata’ desta sexta

A coluna 'O Nó da Gravata' é escrita pela repórter de política, Maria Nascimento. Os textos são publicados...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O projeto “Cantando a gente ensina, brincando a gente aprende” acontece na escola Iolanda Schineider , em Porto Canoa. Foto: Everton Nunes/Secom-PMS.

A arte de cantar está ajudando crianças e adolescentes da escola municipal Iolanda Schineider a aprender diversas disciplinas na Serra.

Os professores da escola que fica em Porto Canoa desenvolveram o projeto “Cantando a gente ensina, brincando a gente aprende” que por meio da música, tem contagiado os alunos, que aprendem de maneira leve e descontraída.

À frente da ideia estão os professores Giovani Cruz e Adriana Lima e quem dita o ritmo nas aulas são instrumentos como violão, o triângulo e o cajón.

Por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra, a diretora do colégio, Cynthia Segundo, disse que o projeto surgiu da necessidade de oferecer atividades que vão além do currículo e do âmbito escolar. “A vivência musical dentro da escola possibilita o trabalho das emoções, o desenvolvimento da sensibilidade, a percepção auditiva, a sociabilidade. Com a música temos avançado, pois, a sua prática torna os alunos mais disciplinados, concentrados, motivados e responsáveis em sala de aula e, também, fora da escola”, contou.

O professor Giovani Cruz Matias, contou que o projeto acontece diariamente na sala de atendimento educacional especializado, contemplando os alunos especiais no contraturno; e, também, com as turmas do 1º ao 5º anos do ensino fundamental, em sala de aula. “Nos sentimos felizes pelos incríveis resultados no decorrer do ano letivo. Também estamos tendo um retorno gratificante e positivo dos pais, que se emocionam e participam diretamente das apresentações promovida pela escola”, disse por meio da assessoria da Prefeitura.

Outra professora envolvida é Adriana Lima que destaca que a musicalização é desenvolvida de acordo com as necessidades dos estudantes, e trabalha concentração, alfabetização, percepção musical, coordenação motora, lateralidade e composições musicais.

Comentários

Mais notícias

Poesia e música no Centro Cultural, em São Diogo, neste sábado

Neste sábado (18), às 18 horas, acontece a primeira edição do Sarau do Beco do Centro Cultural Eliziário Rangel, em São Diogo. O evento...

Prazer, sou doutor – Confira ‘O Nó da Gravata’ desta sexta

A coluna 'O Nó da Gravata' é escrita pela repórter de política, Maria Nascimento. Os textos são publicados todas as sextas-feiras na edição...

Acabou o tempo de Audifax | Leia o editorial do Tempo Novo

Por Yuri Scardini  Está marcado para logo após o Carnaval (final de fevereiro) a revelação do prefeito Audifax Barcelos (Rede) sobre o escolhido para defender...

Apocalipse das águas | Leia o editorial do Tempo Novo

Por Bruno Lyra Estudo do pesquisador Ângelo Fraga Bernardino, do Departamento de Oceanografia da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), confirmou a contaminação crônica por...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!