28.6 C
Serra
domingo, 24 de Maio de 2020

CORONAVÍRUS NA SERRA

cidade registra 1.777 infectados, 107 mortos e 554 curados

Moradores da Serra pagam 50% menos na conta de água com bloqueadores de ar – veja como funciona

Publicado em:
Atualizado em:

Leia também

Academias de ginástica do Estado voltam a funcionar nesta segunda-feira (25)

O Governo do Estado liberou as academias de ginástica para voltar a funcionar a partir desta segunda-feira (25), em...

Idosos de asilos da Serra testam positivo para Covid-19

Três residentes de Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) da Serra testaram positivo para o novo coronavírus. O município...

Mais 12 moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já registra 107 óbitos

Em apenas 24 horas, a Serra registrou 12 novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O bloqueador de ar é instalado antes da mediação do hidrômetro. Foto: divulgação.

O valor da conta de água cobrada pela Cesan é motivo de reclamação constante entre consumidores capixabas. Um dos questionamentos que se faz diz respeito à presença de ar nas tubulações de água, que podem gerar encarecimento artificial da conta já que os hidrômetros são sensíveis à passagem de ar e, portanto, o consumidor é cobrado por isso.

Quem trouxe o alerta foi o deputado Vandinho Leite (PSDB), que encaminhou um Projeto de Lei (nº 677/2019) de sua autoria da qual pretende obrigar que a Cesan instale bloqueadores de ar nas residências de capixabas que fizerem a solicitação – sem custo adicional para o consumidor.

Por isso, a reportagem do TEMPO NOVO procurou moradores da Serra, que fazem uso dessa ferramenta para avaliar o desempenho. Uma delas foi Ariane Bello que reside em Jacaraípe. De acordo com ela, após a instalação do bloqueador de ar, sua conta de água caiu 50% ao mês. “Coloquei o equipamento em abril de 2017 e desde então minha conta começou a ficar menos cara. Reduziu mais de 50% a tarifa. Eu pagava R$ 130 de água e agora não passa de R$ 60”, explicou Ariane.

Vandinho é autor do projeto que obriga Cesan a instalar bloqueadores de ar nas residências.. Foto: divulgação

Outro consumidor da Serra que confirmou a redução na conta da Cesan foi Jeferson Soares de Praia de Carapebus. Por meio do WhatsApp do TEMPO NOVO ele disse:  “eu coloquei o bloqueador de ar no meu relógio há alguns anos na minha casa e o valor estabilizou em R$ 90. Antes a conta vinha mais alta, principalmente quando faltava água. Estávamos pagando o ar”.

De acordo com Vandinho, depois que a Cesan desliga a rede de abastecimento, é necessário à presença de pressão proveniente de ar comprimido para que a água consiga adentrar ao sistema de distribuição, fazendo com que os hidrômetros registrem um consumo inexistente, “gerando enriquecimento ilícito em detrimento dos consumidores”.

Vale lembrar que toda semana a Cesan deixa vários bairros da Serra sem água, por meio de desligamentos programados com objetivo de fazer manutenção na rede de distribuição.

A Cesan foi procurada para rebater as declarações do deputado, entretanto, não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Como funciona?

Vandinho explica que o bloqueador de ar deve ser colocado antes do hidrômetro com o objetivo de impedir que o ar seja calculado na conta mensal de água do consumidor, além de preservar a vida útil do hidrômetro que giram em alta velocidade por conta do ar expelido na tubulação. De acordo com ele, o aparelho custa em média entre R$ 50 a R$ 70, mas a intenção é obrigar que a Cesan forneça e instale nas residências: “o ônus tem que ficar com a empresa”.

Ainda de acordo com o deputado, segundo estudos, este ar é pago como água e pode significar de 35% até 80% mais no valor na conta. “Não obstante, a Escola Federal de Engenharia de Itajubá (MG), onde um aparelho semelhante é fabricado, garante que sua instalação significaria uma economia de até 35% nas contas de água, ressaltando que esse percentual pode variar de uma região para outra, de acordo com a frequência de interrupções no fornecimento de água, inclusive, algo muito comum na Serra”.

Tramitação do PL

O PL foi protocolado em agosto de 2019, está atualmente agarrado na Procuradoria da Assembleia. De acordo com Vandinho, a Cesan é uma instituição “com muito poder de influência” entre deputados, por isso, matérias que trazem ônus a empresa, geralmente sofrem dificuldades e demora de tramitação. “Estou brigando para ser colocado em votação, essa é a minha prioridade: obrigar a Cesan a instalar os bloqueadores de graça. Depois, faremos estudos e vamos propor uma espécie de reembolso pelo histórico de enriquecimento ilícito, que poder vir como um desconto na conta de água. É uma briga grande e a Cesan vai tentar enterrar esse assunto”, disse.

Comentários

Mais notícias

Idosos de asilos da Serra testam positivo para Covid-19

Três residentes de Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) da Serra testaram positivo para o novo coronavírus. O município conta com 23 instituições de longa...

Mais 12 moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já registra 107 óbitos

Em apenas 24 horas, a Serra registrou 12 novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)....

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem