23.4 C
Serra
quarta-feira, 05 de agosto de 2020

Médico serrano realiza a primeira cirurgia bariátrica robótica do Espírito Santo

Leia também

Análise: Xambinho, entre a juventude e a maturidade para lançar uma pré-candidatura independente

Aos 33 anos, o deputado mais jovem da Assembleia, Alexandre Xambinho (PL) se vê diante do momento mais importante...

Polícia Militar atendeu 6.124 ocorrências na Serra durante o mês de julho

Durante os 31 dias do mês de julho na Serra a Polícia Militar realizou 1.677 operações. Os dados foram...

Novo condomínio de R$ 35 milhões pode gerar até 200 vagas de emprego na Serra

Um investimento de R$ 35 milhões e a expectativa de geração de até 200 vagas de empregos diretos. Esse...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

O médico Gustavo Peixoto é serrano. Foto: Divulgação

É da Serra o médico que realizou a primeira cirurgia bariátrica robótica do Estado. O Dr. Gustavo Peixoto é coordenador do Programa de Cirurgia Robótica da Rede Meridional e é referência no Estado quando o assunto é cirurgia bariátrica.

O médico fala sobre a chegada do robô que virou notícia esta semana entre os capixabas, após protagonizar as primeiras cirurgias robóticas, em um hospital de Cariacica, o Meridional.

Dr. gustavo Peixoto e sua equipe. Foto: Divulgação

“O Hospital Meridional, há alguns anos, desde 2015, começou a estudar a implantação da cirurgia robótica. No final de 2019 foi tomada a decisão, viabilizada a sala cirúrgica, assinamos o contrato para a compra do robô e este ano o robô começaria a funcionar no final de março ou começo de abril. Como veio a pandemia, o robô ficou sem condições de ser deslocado do exterior para o Brasil. Ele chegou ao Meridional em julho e nesta semana nós realizamos a primeira bariátrica robótica do Espírito Santo. Naquele dia realizamos 3 cirurgias, sendo duas delas revisionais e uma que foi a primeira no paciente. Os braços robóticos facilitam para uma cirurgia com mais precisão e mais segurança”.

Ele prosseguiu. “Fizemos também naquele dia uma cirurgia de parede abdominal, que foi muito bem [sucedida]. Na sexta-feira, a equipe liderada pelos médicos Leandro Leal e Claudio Borges fizeram duas cirurgias de câncer de próstata. Os pacientes estão muito bem, e os resultados do pós-operatório são melhores com a cirurgia robótica. Podemos dizer que a cirurgia robótica vai ser provavelmente o novo normal do Hospital Meridional”, explicou.

Segundo Peixoto, os planos de saúde não são obrigados a custear as cirurgias robóticas, por enquanto. “É uma cirurgia nova e ainda nao está no rol da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), não tem cobertura por planos de saúde. As operadoras não são obrigadas a custear o robô. Geralmente a operadora autoriza o procedimento, e o paciente arca com diferenças de custos”.

 

Comentários

Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Mais notícias

Polícia Militar atendeu 6.124 ocorrências na Serra durante o mês de julho

Durante os 31 dias do mês de julho na Serra a Polícia Militar realizou 1.677 operações. Os dados foram divulgados pelo 6º Batalhão da...

Novo condomínio de R$ 35 milhões pode gerar até 200 vagas de emprego na Serra

Um investimento de R$ 35 milhões e a expectativa de geração de até 200 vagas de empregos diretos. Esse é o impacto econômico do...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!