21.3 C
Serra
sexta-feira, 05 de junho de 2020

Mal que deve ser extirpado

Leia também

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Por Bruno Lamas

(Único deputado estadual da Serra, na Assembleia Legislativa)

A corrupção é histórica no país. Prova disso que, em 1548, o português Pedro Borges, Corregedor de Justiça, condenado pelo desvio de recursos em uma cidade lusitana, foi nomeado por Don João III para o cargo de Ouvidor-geral do Brasil. Este cargo seria equiparado à função de Ministro da Justiça hoje em dia.

A corrupção sistêmica envolvendo o setor público e privado tornou-se prática comum em nossa nação, com o reiterado pagamento de propina. Como exemplo recente, podemos citar esquemas fraudulentos, tais como: Petrolão, Mensalão, Valerioduto, Correios, entre outros, frutos de profunda investigação por parte da Polícia, Ministério Público e Justiça Federal.

A crise moral, política e econômica instalada na nação está fortemente alicerçada na prática da corrupção. Em alguns países, esse tipo de crime leva até à pena de morte.

Infelizmente, no Brasil, os corruptos pouco temem as leis. O que realmente os assustam e os inibem é a execração pública. Daí a importância do papel da sociedade civil organizada na reconstrução da moral desta nação.

O combate tem sido promovido com atitudes de homens corajosos como o Juiz Sérgio Moro, na operação Lava-jato. Ou mesmo de instituições como a Polícia Federal, que tem feito com várias ações de enfrentamento à corrupção. A mais recente foi à operação Catilinárias, que cumpriu mandados de busca e apreensão nas casas e escritórios de caciqueis da política brasileira.

A corrupção é um mal a ser combatido. O momento atual oferece oportunidade de mudança e, desperta repúdio à propina e a necessidade de que o Poder Público promova ações concretas e reais de combate a esse mal.

Um gestor honesto deve pautar sua administração na transparência e meritocracia. Deve reforçar e respeitar sempre a posição dos seus órgãos de controladoria e instâncias jurídicas.

Pelo Brasil afora, ainda encontramos casos em que as abundantes receitas extraordinárias dos royalties de petróleo, ao invés de retirar crianças das ruas e colocá-las em boas escolas, ajudam a enriquecer maus brasileiros, aprofundando o abismo social, a fome e a miséria entre o nosso povo.

Os políticos jovens que emergem na liderança dos partidos e que pouco a pouco assumem o lugar da velha geração, não podem seguir o caminho das velhas práticas ruins.

Comentários

Mais notícias

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente do coronavírus. Isso porque já...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!