José de Anchieta quer melhorar acesso ao bairro e se mobiliza com apoio de deputado

0
José de Anchieta quer melhorar acesso ao bairro e se mobiliza com apoio de deputado
Moradores se uniram com o deputado estadual Alexandre Xambinho e pedem a doação do terreno. Foto: Gabriel Almeida

O terreno na entrada do bairro José de Anchieta está trazendo muito transtorno para moradores da região. Isso porque a Justiça desocupou a área e determinou a posse ao Governo Federal por conta de uma ação que tramitou por décadas. O local, que antes era moradia de algumas famílias, virou um ponto de drogas, além de esconderijo para bandidos. Para tentar solucionar o problema, o deputado estadual Alexandre Xambinho (Rede), juntamente com a comunidade, recolheu cerca de duas mil assinaturas em um abaixo-assinado que pede que a União doe o terreno para a Prefeitura da Serra.

Na prática, Xambinho e os moradores querem que o espaço seja utilizado pelo Município para ampliar a entrada do bairro – que hoje causa muito engarrafamento na BR-101 – e, também, para que seja construída uma área de lazer para a comunidade. De acordo com o deputado, já foi realizada uma reunião com o Governo Federal, em que foi solicitada a doação.

“Já tivemos uma reunião e vamos fazer outra semana que vem. Queremos que essa área seja doada para a Serra, para que a Prefeitura faça um novo acesso para o bairro e utilize o espaço para uma área de lazer. Mas nosso principal pedido hoje é a demolição da estrutura atual, onde virou ponto de tráfico, esconderijo de bandido e também está se tornando um lixão”, explicou Xambinho.

O deputado ainda disse que, juntamente com a comunidade, fez um abaixo-assinado, que possui duas mil assinaturas. “O documento pede a doação também. A comunidade nos procurou e fizemos esse pedido. O Governo quer vender a área, mas nós precisamos desse espaço para o Município”, destaca.

“Precisamos de uma solução urgentemente”

O TEMPO NOVO conversou com o presidente da Associação de Moradores de José de Anchieta, que reclamou do problema e disse que a solução precisa ser rápida. “Em parceria com o deputado e outros moradores, nós conseguimos as assinaturas e queremos a doação do terreno. O acesso ao nosso bairro é precário e precisamos de uma solução urgentemente”, disse.

Já a moradora Jussara Ribeiro chama a atenção para a insegurança que aumentou na comunidade por conta deste terreno. “O governo veio aqui, tomou o terreno e agora os criminosos tomaram conta do espaço. Já fizemos vários pedidos e nada foi feito. Queremos que o terreno seja doado para nossa cidade; dessa forma, teremos melhorias”, afirma.

A reportagem entrou em contato com o Ministério da Economia, responsável pela área. Por meio de nota, o órgão disse que o terreno já está em processo licitatório para ser alienado à iniciativa privada.

O TEMPO NOVO também entrou em contato com a Prefeitura da Serra, mas até o fechamento desta edição não obteve retorno.

Comentários