Igreja de Reis Magos, em Nova Almeida será restaurada pelo Iphan | Portal Tempo Novo

Serra, 11 de dezembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Geral

Serra, 12 de novembro de 2018 às 14:34

Igreja de Reis Magos, em Nova Almeida será restaurada pelo Iphan


A ordem de serviço para as melhorias será assinada nesta quarta-feira (14). Foto: Bruno Lyra

Igreja de Reis Magos A Igreja e Residência dos Reis Magos, em Nova Almeida, vai ser restaurada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A ordem de serviço para as melhorias será assinada nesta quarta-feira (14) e o investimento será de R$ 720 mil.A igreja de Reis Magos foi construída entre 1580 e 1615.

Serão realizadas ações no telhado, nas alvenarias, nas esquadrias, pisos, forros e substituição de equipamentos hidráulicos. Também será feita a recomposição de piso do pátio e da igreja, a substituição de elementos elétricos e a realização de intervenções em elementos artísticos, como por exemplo, a higienização mecânica do quadro Adoração dos Reis Magos. A obra está prevista para ficar pronta em dez meses.

A ordem de serviço será às 10 horas pela presidente do Iphan, Kátia Bogéa, em cerimônia que contará com a presença do governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, e do prefeito da Serra, Audifax Barcelos.

A obra de conservação que será iniciada tem como objetivo garantir a manutenção e a proteção dos elementos arquitetônicos e artísticos do patrimônio cultural tombado pelo Iphan em 1943, para que o bem possa ser usufruído por toda a comunidade e pelos turistas que visitam a cidade.

De acordo com o prefeito Audifax Barcelos, a Igreja é o segundo ponto turístico mais visitado do Espírito Santo. “A Igreja e Residência dos Reis Magos é um dos mais importantes símbolos do Estado e da Serra. É o segundo ponto turístico mais visitado do Espírito Santo. Além de ajudar a contar parte da história da cidade, atrai visitantes e gera renda para o município. A conservação desse patrimônio é um marco e deve ser comemorada”.

A obra de conservação que será iniciada tem como objetivo garantir a manutenção e a proteção dos elementos arquitetônicos e artísticos do patrimônio cultural tombado pelo Iphan em 1943. Foto: Divulgação/PMS

Criado em 1937, com a finalidade de promover a preservação do patrimônio cultural do Brasil, o Iphan incluiu o expressivo legado jesuítico em suas primeiras ações de proteção e conservação. Foram onze tombamentos logo em 1938, entre os quais a Catedral Basílica de Salvador (BA), o Seminário de Olinda (PE), a Capela de São Pedro d’Aldeia (RJ), o antigo Colégio de Paranaguá (PR) e as ruínas da igreja de São Miguel (RS). Paralelamente aos acautelamentos pioneiros, foram realizados detalhados estudos sobre a contribuição dos jesuítas nas artes plásticas e arquitetura. 

No Espírito Santo, são quatro os bens de origem jesuítica considerados Patrimônio Nacional: a Igreja de Nossa Senhora da Assunção e Residência, em Anchieta; a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Guarapari; a Igreja e Residência dos Reis Magos, na Serra; e a Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, em Viana.

Além desses, existem outros três bens tombados pelo Conselho Estadual de Cultura: a Igreja de São João de Carapina, na Serra; a Igreja de Nossa Senhora das Neves, em Presidente Kennedy; e o Palácio Anchieta, em Vitória. Contudo, entre os vários aldeamentos jesuítas por todo o Brasil, a dos Reis Magos impressiona por ser um dos poucos conjuntos sem muitas alterações ao longo de quatro séculos.

Serviço

Assinatura da Ordem de Serviço para conservação da Igreja e Residência dos Reis Magos

Data: 14 de novembro 

Horário: 10h

Local: Igreja e Residência dos Reis Magos, Nova Almeida, Serra

Crédito da foto: Bianca Nascimento/Secom-PMS




O que você acha ?

Você concorda com a saída de Cuba do Mais Médicos?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por