18.8 C
Serra
quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Grupo de moradores de Feu Rosa ameaça ir ao Ministério Público contra vereador

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.
 

Moradores reunidos com o secretário de Saúde, Benício Santos (de preto). Foto: Divulgação

Um grupo de moradores de Feu Rosa, que se diz insatisfeito com o mandato e atuação politica do vereador estreante Geraldinho Feu Rosa (PSB), tem se reunido às segundas-feiras para levantar problemas e demandas do bairro, e traçar uma agenda com autoridades a fim de buscar melhorias para a comunidade. 

Os encontros, denominados “Papo com açaí”, antes informais, têm se avolumado e atraído a atenção de outros moradores e contado com a participação de membros do staff da administração municipal, como os secretários Guto Lorenzoni (Serviços) e Benício Santos (Saúde). 
Membros do grupo também apontam para a necessidade de verificar, por meio de órgãos de fiscalização, se o parlamentar está em condições de ocupar uma função que exige decoro, postura pública e ética. 
 
Quem explica é o morador Elias Souza, um dos membros do grupo. “O grupo se revoltou por ver o bairro parado, e o vereador com fanfarrices, como deitar-se em caixão e em constantes brigas políticas. Sabemos das dificuldades que esse vereador tem, inclusive para participar de agendas com o prefeito. Outro ponto a ser observado é o nível dos assessores, são pessoas totalmente desqualificadas e muitos se mantêm dentro das dependências da Associação de Moradores”, apontou Elias. 
 
O morador acrescentou que as reuniões têm sido produtivas e já foram disponibilizados para a comunidade o carro-fumacê, operação tapa-buracos, capina, pintura dos meio-fios e outros. “É um bate-papo, fazemos uma roda e a comunidade aponta seus questionamentos, de forma saudável, amigável”, lembrou. 
 
Sandra Helena de Oliveira reforçou que o objetivo dos encontros é discutir os anseios da comunidade, demandas por serviços. “Colocamos para autoridades as nossas demandas, somos moradores preocupados com o bairro. Ele (o vereador) gosta de tirar foto, aparecer, mas até agora não tem cumprido seu papel de vereador. Estamos precisando recorrer ao poder público para que atenda às nossas necessidades. Suas ações não condizem com um vereador e a comunidade está pensando em reivindicar um teste de sanidade diante das suas ações. Esse é o papel de um vereador?”, questionou Sandra Helena Oliveira. 
 
Ary Martins disse que já questionou o vereador sobre suas atitudes. 
“O vereador não sabe as suas funções e vai na cabeça dos outros. Tivemos uma reunião com o secretário de Saúde, como o de Serviços. Ele tem mais atrapalhado que ajudado. Em um encontro de amigos, tivemos a ideia de nos reunir semanalmente para discutir questões do bairro e do município. Agendamos com secretários do município e estamos conseguindo alguns serviços e obras para o bairro. Não tem perfil para ser vereador; expõe a comunidade a vexames públicos”, avaliou Ari Martins. 
 
 
 
 
 
 
Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!