21.1 C
Serra
sexta-feira, 10 de abril de 2020

Governo e Eco 101 fazem jogo de empurra sobre asfalto danificado

Leia também

Império de Fátima vai doar cestas básicas para circos e máscaras para unidades de saúde da Serra

A escola de samba Império de Fátima se mobilizou para ajudar famílias carentes e artistas circenses da Serra. A agremiação...

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Trecho em frente ao polo industrial Piracema
Trecho em frente ao polo industrial Piracema

O asfalto da rodovia do Contorno (BR 101) no trecho que atravessa a Serra já está bastante danificado. Há muitas ondulações na pista e os primeiros buracos já começam a ‘dar as caras’. O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte(DNIT) diz que a responsabilidade da manutenção é da ECO 101, empresa que assumiu o trecho capixaba da rodovia em 2013. Já a concessionária argumenta que o Contorno de Vitória está fora do contrato de concessão.

Dentre os pontos críticos estão as vizinhanças dos polos industriais Jacuhy, Piracema e do condomínio Alphaville. Próximo ao TIMS, a situação também não é boa.

A assessoria de imprensa do DNIT culpou o excesso de peso nos veículos pela situação e admitiu que não existe fiscalização na região. “Quando os veículos freiam com a carga pesada ocorre o escorregamento da manta asfáltica. Além disso, o prazo de validade de um bom asfalto é de quatro anos, prazo que foi entregue a obra”, argumentou. A assessoria afirmou ainda que o trecho está sob a concessão da  ECO 101, que deveria estar fazendo a manutenção.

Já assessoria da ECO 101 retrucou que o trecho não faz parte da concessão e que não é sua responsabilidade a manutenção. A assessoria acrescentou que está dando atendimento mecânico e médico do trecho a pedido da Agência Nacional de Transportes Terrestres(ANTT).

A Eco 101 cobra pedágio, desde maio de 2014, em sete pontos ao longo de 458 km de BR 101 no ES. Um deles é em Chapada Grande, região rural da Serra.

 

Comentários

Mais notícias

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de secretário de Serviços e de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

Serra tem 11 novos casos de coronavírus e registra 64 pacientes contaminados

Em 24 horas, a Serra teve um aumento significativo no número de casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Novos partidos alteram o tabuleiro no plenário da Câmara da Serra

Os sem-partido Os vereadores passaram um perrengue nos últimos dias do prazo para filiação partidária para quem tem mandato, 3 de abril. Após o corre-corre,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem