Exposição fotográfica mostra convivência ao lado de grandes siderúrgicas | Portal Tempo Novo

Serra, 20 de Abril de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Cultura

Serra, 1 de Abril de 2019 às 17:17

Exposição fotográfica mostra convivência ao lado de grandes siderúrgicas


A exposição’O Grande Vizinho’ é do fotógrafo Rodrigo Zeferino. Foto: Divulgação Rodrigo Zeferino

Até o dia 18 de maio, no Centro de Vitória, acontece a mostra ‘O Grande Vizinho’ do fotógrafo Rodrigo Zeferino com um olhar sobre a relação da cidade com a indústria. A exposição acontece no espaço Léo Bahia Arte Contemporânea.

A série fotográfica ganhou visibilidade nacional, após receber o Prêmio FCW de Arte 2016/2017, oferecido pela Fundação Conrado Wessel, de São Paulo e discute a relação de uma cidade que cresce em função e ao redor de uma usina siderúrgica Vale lembrar que Rodrigo é de Ipatinga, cidade do interior de Minas Gerais, onde está implantada a Usiminas.

O fotógrafo relata que, com a publicação das primeiras fotografias de ‘O Grande Vizinho’ na imprensa e o seu compartilhamento nas redes sociais, em 2017, passou a receber feedbacks dos moradores de Ipatinga e de outras cidades siderúrgicas, com suas impressões sobre o trabalho.

 “A maioria das pessoas que residem na região convivem diariamente com um horizonte ocupado por chaminés, gasômetros e torres, e com o tempo, o olhar se anestesia, até que tudo isso se torna comum. Este retorno me estimulou a voltar o meu olhar para dentro da usina e fazer minha própria leitura do interior de uma empresa deste porte”.

Zeferino destaca que objetiva apresentar uma visão descontruída dos ambientes.  “Muitas vezes, descontextualizo a cena e ressignifico os elementos presentes, seja pela manipulação da luz, pelo recorte ou pelos recursos que a fotografia permite. Tento transformar as grandes estruturas, como panelas de aço líquido, tubulações ou altos-fornos, em criaturas autônomas, pouco reconhecíveis, mas estranhamente belas”.

Assim, evidencia a função onipresença da siderúrgica, transformando, às vezes, os habitantes da cidade, em personagens fantasmas das cenas retratadas.

O objetivo deste trabalho não é o simples registro fotográfico, mas a discutição do papel que a indústria tem na cidade e de como seus habitantes aparecem secundários nesta realidade.

Em 2013, com o início do agravamento da crise econômica brasileira, a siderúrgica chegou a desligar um de seus altos fornos e demitiu vários funcionários, provocando um aumento no índice de desemprego da região, no fechamento de vários estabelecimentos comerciais de Ipatinga, diminuição da arrecadação pelo município e, por consequência, do investimento público e no aumento da criminalidade.

Outra questão discutida se refere aos danos ambientais. Se em Ipatinga, Minas Gerais, existe a questão da extração do minério de ferro, com seu desmatamento, com todo o processo de tratamento deste minério e a criação de suas temerosas barragens, em Vitória convivemos com o “pó preto” que é emitido pelo porto de Tubarão.

Sobre a mostra em Vitória o artista pondera que se Ipatinga tem a Usiminas, Vitória tem a Vale do Rio Doce e, por isso, acredita na linguagem universal deste trabalho.

A curadoria da exposição é do fotógrafo Pedro David. A exposição já foi exibida em várias cidades do Brasil (Ipatinga, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília) e participou, também, da Mostra de Fotografia de Tiradentes\MG.

Serviço:

Exposição “O Grande Vizinho”

Abertura: 19 de março de 2019

Visitação: até dia 18 de maio de 2019

Local: Léo Bahia Arte Contemporânea – Rua Nestor Gomes, 160 – Cidade Alta – Centro – Vitória/ES

Contato: Léo Bahia – (27) 98114-0148

Instagran: leobahiaartecontemporanea

FaceBooK: Léo Bahia Arte Contemporânea

 

 

 

 

 




O que você acha ?

Você é a favor do Escola sem Partido?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por