Ex-subsecretário de Direitos Humanos da Serra é acusado de agredir namorada | Portal Tempo Novo

Serra, 16 de julho de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Política

Serra, 2 de janeiro de 2019 às 11:22

Ex-subsecretário de Direitos Humanos da Serra é acusado de agredir namorada


Jean Cassiano. Foto: Divulgação

O ex-subsecretário de Direitos Humanos da Serra, Jean Cassiano, está sendo acusado de ter agredido com socos, tapas e chutes a namorada Priscila Pimentel. A jovem relata em um Boletim de Ocorrência registrado na Polícia Civil que as agressões teriam começado por conta de uma crise de ciúmes de Jean logo após a virada do ano.

Fotos da vítima machucada e ensanguentada na cabeça estão circulando nas redes sociais. Segundo Priscila o crime teria ocorrido em Praia Grande, no município de Fundão, na presença de sua filha de 16 anos. Já Cassiano nega que tenha agredido a namorada, se diz vítima de difamação e afirma que a jovem se auto agrediu.

Além de ser ex-secretário adjunto de Direitos Humanos, Jean Cassiano acumula a presidência da Federação das Associações de Moradores da Serra (Fams) e da Federação das Associações de Moradores e Movimentos Populares do Espírito Santo (Famopes). Priscila é proprietária de uma loja no Centro da Serra.

O caso foi registrado na delegacia da mulher em Vitória, e segundo relatos de Priscila, além das agressões físicas, ela teria sido ameaçada de morte e agredida verbalmente com ofensas como “vagabunda”, “desequilibrada” e “louca”. A jovem tem um relacionamento de 2 anos e 4 meses com Jean, e ela relata que os dois foram passar a virada do ano na casa de amigos. Após a queima de fogos, Jean teria tido um ataque de ciúmes e cometido as agressões. No boletim, a jovem também diz que o relacionamento deles era marcado por “desentendimentos” e conta que em outro caso, no dia 26 de dezembro, durante uma discussão, Jean ameaçou bater com o carro para que “morressem os dois”.

No boletim, é relatado que a vítima apresentava escoriações nas costas no braço e um ferimento na cabeça. Priscila acusa Jean de desferir socos, tapas e chutes. Ela se disse temerosa por conta das relações de Jean na política e pelas ameaças de morte, em relato ela diz temer pela sua vida, uma vez que o acusado estaria tendo comportamentos “estranhos” e também teria livre acesso ao apartamento da empresária. Ela afirma ainda que vai pedir medida protetiva e que vai processar Cassiano.

Por meio das redes sociais, Jean se pronunciou: “Antes de julgar qualquer pessoa, precisam oportunizar o princípio do contraditório.

A Senhora (Priscila Pimentel) que fez um boletim contando inverdades a meu respeito hoje é a mesma que a um ano atrás fez a mesma coisa e depois foi na delegacia dizer que não teria aceito [sic] o término do namoro e por isso simulou todas as acusações e agressões. Venho reiterar que não agredi a Senhora Priscila Pimentel e meus advogados já estão tomando todas as medidas cabíveis pois a mesma está denegrindo minha imagem usando uma suposta agressão que nunca existiu e a Justiça irá provar quem está certo. O que ocorreu foi um término de relacionamento que a Senhora Priscila não aceitou e por ter ingerido Rivotril com bebida alcoólica teve um surto e acabou se ferindo de forma a induzir e a tentar imputar a culpa a minha pessoa”.

A reportagem está tentando contato com Priscila Pimentel e Jean Cassiano. A Prefeitura da Serra também foi procurada para se pronunciar sobre o caso. Assim que houver resposta será atualizada.




O que você acha ?

Como você avalia os 6 primeiros meses de Renato Casagrande no Governo do Estado?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por