27 C
Serra
quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Dudu, filho de Vidigal, critica “infiéis” e confirma intenção de ser candidato em 2020

Leia também

Inscrições prorrogadas para vagas de cuidador com salário de R$ 1.039

Foram prorrogadas as inscrições para o processo seletivo simplificado para a contratação de cuidador, que irá atuar junto aos...

Cheiro Moreno aposta na mistura de ritmos para ganhar público capixaba

Formada há 21 anos em Nova Viçosa, na Bahia, e atualmente sediada no Espírito Santo, a banda Cheiro Moreno...

Serranos se unem para ajudar atingidos pelas chuvas, veja como colaborar

Muitos municípios capixabas foram castigados pelas fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo nos últimos dias. E pensando em...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Dudu, filho de Sérgio Vidigal. Foto: Divulgação

Por Yuri Scardini / Maria Nascimento 

Sérgio Eduardo Corrêa Vidigal, popularmente conhecido como Dudu Vidigal se movimenta para construir uma candidatura a vereador em 2020. Ele é filho do ex-prefeito e atual deputado, Sérgio Vidigal (PDT). Quem confirma é o próprio Dudu, que defende um “novo momento” para o PDT e crava: chega de “infiéis”.

As especulações de que Dudu estaria se articulando para ser candidato já estavam tomando corpo no bastidor da Serra. Para a reportagem do TEMPO NOVO, ele abriu o jogo. “Estou tentando construir sim!”, disse. A informação do métier político é de que ele vem procurando lideranças comunitárias já em ritmo de pré-campanha.

“Tenho que ter o aval do partido que pertenço há 19 anos que é o PDT. Depois procurarei novas lideranças” e completa: vamos “oxigenar o partido!”.

Perguntado se sua candidatura não poderia acarretar em uma dificuldade para montagem de chapa, ele diz que não, e sem citar nomes, justifica sua candidatura como uma espécie de compensação por no passado o partido ter apoiado o que ele classificou como infiéis. “Estou construindo (uma candidatura), até hoje apoiamos pessoas que foram infiéis! O PDT está vivendo um novo momento”.

O presidente estadual do PDT, Sérgio Vidigal foi procurado pela reportagem mais ainda não respondeu. Já Alessandro Comper, presidente do PDT da Serra, e o responsável formal pela montagem de chapa de vereador em 2020, disse que “só quem pode informar se tem interesse de ser candidato ou não é o próprio Eduardo”.

Comentários

Mais notícias

Cheiro Moreno aposta na mistura de ritmos para ganhar público capixaba

Formada há 21 anos em Nova Viçosa, na Bahia, e atualmente sediada no Espírito Santo, a banda Cheiro Moreno se destaca pela rica mistura...

Serranos se unem para ajudar atingidos pelas chuvas, veja como colaborar

Muitos municípios capixabas foram castigados pelas fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo nos últimos dias. E pensando em ajudar as famílias afetadas, algumas...

Serra é a segunda cidade onde mais choveu em seis horas

Sem dar longas tréguas, a chuva continua castigando os capixabas. Na noite da última quarta-feira (22) e madrugada desta quinta-feira (23), a Serra foi...

Emprego: 73 vagas de trabalho abertas na Serra

A quinta-feira (23) está recheada de oportunidades de trabalho. No Sine da Serra, estão abertas 73 vagas de emprego para diversos cargos. As chances...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem