Deputados querem adicional de periculosidade a policiais e bombeiros

0

Deputados querem adicional de periculosidade a policiais e bombeirosPoliciais militares, civis  e do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo poderão receber um adicional de 40% sobre o salário, como compensação pela periculosidade. É o que propõe o Projeto de Lei Complementar (PLC) 3/2018, de autoria dos deputados estaduais Enivaldo dos Anjos (PSD) e Amaro Neto (PRB). 

De acordo com a matéria, em tramitação na Assembleia Legislativa, o benefício não será pago aos servidores que atuam exclusivamente em atividades administrativas. Os deputados defendem que o adicional é uma forma de reconhecimento e valorização dos servidores em atividades notoriamente perigosas.

O PLC foi lido durante a sessão de segunda-feira (26) e foi avaliado como inconstitucional, segundo a Mesa Diretora. Entretanto, seus autores recorreram à Comissão de Justiça, que vai elaborar parecer a ser submetido ao Plenário. 

 

 

 

 

 


Comentários
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.