23.2 C
Serra
terça-feira, 22 de setembro de 2020

Deputado da Serra na corrida pelo comando da Assembleia Legislativa

Leia também

Quer emprego? Sine da Serra abre 166 novas vagas de trabalho nesta terça

Com oportunidades para diversas profissões, a terça-feira (22) chegou recheada de novas vagas de emprego no Sine da Serra....

Casagrande critica Bolsonaro por “negacionismo” de incêndios no Brasil

Em meio a incêndios que destroem o Pantanal e a Amazônia no Brasil, o governador Renato Casagrande (PSB), criticou,...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Cotado disputar a presidência da Casa, Bruno tem apoio do PSB. Foto: Reinaldo Carvalho

Mal saiu de uma eleição, o deputado estadual Bruno Lamas (PSB) já tem seu nome cotado para outra disputa, dessa vez pela Presidência da Assembleia Legislativa. Para alcançar o almejado cargo, Lamas tem dois concorrentes de peso, Fabricio Gandini (PPS) e o atual presidente da Casa, Erick Musso (PRB). Os novos deputados assumem os mandatos em 01 de fevereiro de 2019, quando ocorre a eleição da Mesa Diretora. 

Procurado pela reportagem, Bruno Lamas confirmou seu nome como um dos cotados. “A hora agora é de dialogar. De conversar e conhecer todos os deputados que tomarão posse em 2019.  Tenho certeza de que os deputados da Serra estariam unidos pelo bem da cidade. Xambinho foi meu colega por 2 anos na Câmara da Serra. Sempre tivemos uma boa relação. O meu nome é uns dos possíveis, mas é hora do diálogo. Estou focado em acompanhar a transição de governo onde preciso ser vigilante”, argumentou. 

O presidente estadual do PSB, Luiz Ciciliotti, foi procurado durante esta quarta-feira (21) e quinta-feira (22), mas não atendeu ao celular, nem respondeu as mensagens. 

Já o presidente municipal do PSB, Marcos Tongo, disse que a indicação de Lamas fortalece a cidade. “Eu acho que é uma forma, até mesmo porque a Serra não emplacou ninguém na Presidência até hoje, é mais uma força política para representar a cidade”, avaliou. 

Bruno Lamas também tem seu nome especulado para ocupar uma secretaria no governo de Renato Casagrande. A pasta especulada é a de Ciência e Tecnologia. “Recebi algumas sondagens. Estou avaliando”, resumiu. 

A assessoria do governador eleito Renato Casagrande (PSB) disse que ele só vai se pronunciar sobre o assunto em 2019. 

Comentários

Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Mais notícias

Casagrande critica Bolsonaro por “negacionismo” de incêndios no Brasil

Em meio a incêndios que destroem o Pantanal e a Amazônia no Brasil, o governador Renato Casagrande (PSB), criticou, nesta segunda-feira (21), o "negacionismo"...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!