24 C
Serra
segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Deputado aponta omissão e cobra ajuda das grandes empresas na tragédia das chuvas no ES

Leia também

Edson Vargas e Cabo Porto: duas perdas trágicas para a política e o município da Serra

Por Eci Scardini: Dois jovens políticos deram adeus de forma trágica e precoce dessa vida: Edson Vargas e Cabo Porto. Outras...

Lideranças políticas lamentam morte de Cabo Porto e família

  Luto Oficial de 3 dias no Espírito Santo e na Câmara da Serra. Os capixabas foram surpreendidos neste sábado...

Corpo do vereador Cabo Porto será velado na Câmara da Serra a partir das 9h30 deste domingo

      A Câmara da Serra foi o local escolhido pela família para o velório do vereador Cabo Porto (PSB), sua...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Foto: Tati Beling

Na última segunda-feira (27) os deputados se reuniram em sessão extraordinária para aprovar projetos que vão auxiliar as vítimas das fortes chuvas a recomeçarem suas vidas (detalhes abaixo). Durante a fase de pronunciamentos, o deputado estadual Vandinho Leite (PSDB) subiu na tribuna e apontou omissão das grandes empresas e cobrou ação coordenada com o Estado para fornecer ajudar a população. Ele citou nominalmente três empresas: Vale, ArcelorMittal e EDP.

“Eu fico impressionado com as grandes empresas do ES que não fazem nada e não se mobilizam. O que tem feito a Vale, a EDP, a Arcelor? Dentro de suas estruturas organizacionais – que tem muita gente qualificada, elas poderiam ajudar a sociedade nesse momento difícil para fazer uma tarefa coordenada e ajudar a reconstruir o estado do Espírito Santo. Mas ninguém se mobiliza”, cobrou Vandinho.

O deputado disse ainda que o Governo do Estado poderia liderar esse debate para incluir ajuda da iniciativa privada. “Não pode ficar tudo na conta do Governo do Estado, e o governador deveria ser um líder para puxar esse debate de trazer essa ajuda das grandes empresas, que tem sim muita condição de ajudar a sociedade. Nesse momento de dificuldade ninguém percebe essa mão amiga e necessária das empresas que faturam milhões com o ES” disparou.

Na avaliado de Vandinho, “principalmente no caso da EDP e Vale”, esse apoio aos atingidos poderia ser uma “grande oportunidade de melhorar a imagem perante a sociedade”, disse, em clara referência ao desgaste da Vale causado pelo rompimento da barragem em Brumadinho em janeiro de 2019.

E completa: “faz um ano que a EDP me pede agenda, e eu não atendo. Agora pergunta se eles me procuraram, para debater ajuda a população atingida pelas chuvas? Por exemplo, poderíamos propor tirar o ICMS cobrado nas contas de energia nesses municípios atingidos, já ajudaria bastante uma vez que as contas reduziriam em 30%”, sugeriu Vandinho.

O deputado também cobrou da Cesan, que de acordo com ele não estaria se esforçando o suficiente para mitigar os impactos da chuvas e oferecer água em condições de uso para a população.

ArcelorMittal diz que está solidária

Todas as empresas citadas foram demandas para rebaterem a declaração do deputado. Ao TEMPO NOVO, a ArcelorMittal Tubarão afirma que está solidária à situação causada pelas fortes chuvas no Espírito Santo, principalmente no interior, e disse que tem mantido parceria direta com o Governo estadual, contribuindo para minimizar o cenário crítico que assola nosso Estado.

Informou, ainda, que está providenciando o fornecimento de itens de limpeza, a cessão de diárias de caminhões e a estruturação de ações, via voluntariado, numa ação organizada pela Defesa Civil.

EDP Espírito Santo está realizando campanha de arrecadação

Para a reportagem, a EDP informou que desde do início dos fortes temporais no Estado do Espírito Santo, mantém o efetivo de atendimento reforçado, com cerca de 500 colaboradores trabalhando dia e noite na recomposição da rede elétrica e normalização do fornecimento de energia que, nesse momento, afeta pontualmente alguns clientes, áreas isoladas e de difícil acesso, que estão com vias bloqueadas por árvores e desabamentos de terras. Até o momento foram cerca de 104 postes, 14,5mil metros de cabos e 81 transformadores substituídos.

Além disso, a EDP diz que está com uma campanha de arrecadação de doações em todas as agências do Estado e cerca de 50 colaboradores voluntários da Companhia irão aos municípios mais afetados pelos temporais para auxiliar na limpeza e reconstrução desses locais.

“A EDP orienta a comunidade a não se aproximar dos cabos que, por conta da chuva, estão caídos. Para mais informações, solicitações e denúncia de possíveis riscos com a rede elétrica, ou para comunicar a interrupção do serviço, a população pode entrar em contato pelos canais de atendimento: www.edponline.com.br ou Central de Atendimento ao Cliente: 0800 721 0707 (ligação gratuita, 24 horas/sete dias por semana)”.

Veja o vídeo publicado pelo parlamentar:

Projetos vão auxiliar atingidos pelas chuvas a recomeçarem

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), convocou o plenário extraordinariamente na ultima segunda-feira (27). Os parlamentares aprovaram PL’s de autoria do governador Renato Casagrande para ajudar a população dos municípios atingidos pelas fortes chuvas que ainda caem no ES.

Foto: Divulgação

O primeiro dele foi o cartão reconstrução, no valor de até R$ 3 mil. Terão direito moradores com renda de até três salários mínimos e que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) de benefícios sociais do Governo Federal. Não é empréstimo, mas uma doação do Governo do Estado. Com isso, moradores poderão comprar material de construção, móveis e eletrodomésticos. O dinheiro virá do Fundo de Reserva de Contingência do governo estadual.

Outro projeto de lei trata de um fundo de aval com recursos de até R$15 milhões para garantir financiamentos a pessoas físicas e microempresas para os atingidos pelas chuvas, de acordo com as normas do projeto.

E o terceiro projeto, suspenderá a cobrança de ICMS de produtos e mercadorias que forem doados por empresas para entidades que ajudem nas regiões afetadas.

“A Assembleia Legislativa está pronta para ajudar o Governo do Estado no auxílio às vitimas das chuvas que atingiram a população dos municípios do Estado. Quero parabenizar o governador Renato Casagrande pela excelente iniciativa e dizer que os deputados estão prontos para ajudar nos projetos que farão a diferença na vida de centenas de milhares de capixabas”, disse Musso.

Comentários

Mais notícias

Lideranças políticas lamentam morte de Cabo Porto e família

  Luto Oficial de 3 dias no Espírito Santo e na Câmara da Serra. Os capixabas foram surpreendidos neste sábado (22) com a notícia da...

Corpo do vereador Cabo Porto será velado na Câmara da Serra a partir das 9h30 deste domingo

      A Câmara da Serra foi o local escolhido pela família para o velório do vereador Cabo Porto (PSB), sua esposa e filho, mortos em...

Artigo de opinião TN | Morte de Cabo Porto e família é uma tragédia para a Serra

A morte do vereador Cabo Porto, em um acidente de trânsito no interior do estado, mexeu muito com a cidade. Isso porque o parlamentar...

Cabo Porto, esposa e filho morrem em acidente no interior do Estado

O vereador da Serra, Cabo Porto, morreu na tarde deste sábado (22) num acidente na rodovia BR 101, na zona rural, de Linhares. O...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem