Dengue segue avançando e município pede ajuda de morador | Portal Tempo Novo

Serra, 16 de Fevereiro de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Cidade

Serra, 18 de Janeiro de 2019 às 9:09

Dengue segue avançando e município pede ajuda de morador

Só este ano já foram registrados 251 casos de dengue. Prefeitura pede que moradores ajudem no combate ao mosquito Aedes aegypti, que é transmissor desta doença e também do vírus da zika e chikungunya.

Por Gabriel Almeida
[email protected]

Casos de dengue seguem crescendo no município. Foto: Agência Brasil

Os casos de dengue no município da Serra sofreram um aumento de quase 800% este ano, em comparação ao mesmo período em 2018. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde que pede ajuda a população para combater o mosquito Aedes aegypti, que é transmissor desta doença e também do vírus da zika e chikungunya.

No total, já foram registrados 251 casos de dengue em 2019, enquanto no ano passado neste mesmo período os números eram bem menores, apenas 28 casos confirmados. E para evitar o aumento desses números e combater o mosquito transmissor, a Prefeitura da Serra vem realizando diversas ações de combate ao Aedes, mas destaca que a ajuda da população é essencial.

A subsecretária de saúde da Serra, Cristiane Stem, afirmou que sem a ajuda da população, o município não consegue resolver o problema. “Gostaria de fazer um apelo à população. O poder público sozinho não vai conseguir. As pessoas precisam se conscientizar. A cada 7 dias acontece a eclosão do ovo, então o morador precisa fazer a inspeção na casa dele uma vez por semana. E aí nesta inspeção precisa olhar ao redor. Não adianta dentro da minha casa estar limpo e quando eu jogo o lixo fora eu vou jogar em qualquer lugar, no dia que não passa o carro de lixo”, alerta.

Cristiane ainda disse que somente o inseticida utilizado pelo carro fumacê é insuficiente. “Temos orientação do Ministério da Saúde sobre o intervalo que a gente precisa dar para não passar o fumacê com muita intensidade, porque se não o mosquito mesmo cria resistência. É mesma coisa do ser humano, se toma muito um remédio o seu organismo cria resistência”, explica.

A subsecretária ainda disse que a Prefeitura da Serra tem intensificado ações em bairros onde foi observada uma maior propensão a criadores de mosquito. São eles: Feu Rosa, Jardim Bela Vista, Palmeiras, São Diogo 1 e 2, Nova Carapina 1 e 2, Parque Residencial Laranjeiras, Valparaíso, Jardim Carapina, André Carloni e Carapina Grande. Além do carro fumacê, os bairros vêm recebendo visitas dos agentes de saúde que vão de porta em porta.

Além disso, Cristiane alertou que 90% dos focos estão nas residências e no descarte irregular do lixo. “Estamos trabalhando de segunda a segunda, sete dias da semana no combate. A gente faz um monitoramento nos bairros onde tem maiores números de notificações. Intensificamos muito também nos balneários por conta das casas de veraneios que ficam fechadas durante o ano, então a gente está aproveitando esse momento de verão que as famílias estão abrindo as casas para intensificar as visitas dos agentes, da passagem do carro fumacê e do UBV pesado também para conscientizar os turistas e a população”, disse.

Ainda segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, este ano já foram registrados 3 casos de zika. Não houve registro chikungunya. A prefeitura pede apoio da população para que denuncie possíveis focos do mosquito transmissor através do número 3228-5394. A denúncia pode ser anônima e vale para criadouros tanto em casas como ferro-velho, empresas, entre outros locais.




O que você acha ?

A homofobia deve ser criminalizada?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por