[secondary_title]

Dengue contaminou mais de 4,5 mil moradores da Serra em 2020

- PUBLICIDADE-
Serra fechou 2020 com 4,5 mil casos confirmados de dengue. Foto: Arquivo TN

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, outras doenças também continuam preocupando e adoecendo a população capixaba. É o caso da dengue, que só no ano passado, já infectou 4.533 moradores da Serra e voltou a ser uma ‘dor de cabeça’ para os populares, que afirmam estarem preocupados com o avanço da doença. Apesar do número de contaminados ser alto, é bem menor do que o registrado em 2019, quando no mesmo período, tinham sido mais de 17 mil casos na cidade.

Mas isso não significa que a doença ainda não é uma grande preocupação, já que em alguns casos ela pode levar até a morte. De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, felizmente, não houve nenhuma morte por dengue em 2020 na cidade. Enquanto em 2019, durante todo o ano, foram dez óbitos.

Margarida do Couto, de José de Anchieta II, reclama do avanço da doença na cidade. “A prefeitura até passa com o carro fumacê, mas os moradores precisam colaborar. São muitos pontos viciados de lixo, terrenos abandonados e até mesmo focos de dengue dentro das casas. Na minha comunidade, por exemplo, as pessoas costumam não se cuidar muito”, afirmou a popular.

Lucimara Souza, de Planalto Serrano, pediu o apoio de seus vizinhos no combate à dengue. “Precisamos de união para vencer esse mosquito. Isso já me infectou e quase morri. Por isso, hoje eu sei a importância de limpar o quintal. O problema é que uma andorinha sozinha não faz verão”, destaca a moradora.

Vale destaca que a Serra viveu um grande surto de dengue em 2018. Em 2020, logo no início, o Ministério da Saúde chegou a colocar o Município em alerta para a possibilidade de um novo surto. Além da grande quantidade de casos, a cidade também sofreu com a falta de distribuição de um inseticida, que deveria ter sido enviado pelo Governo Bolsonaro, mas ficou em falta por meses.

Zika e chikungunya

Até dezembro de 2020, haviam sido registrados 99 casos de zika e 1.103 de chikungunya. Não houve mortes. Em 2019, foram 138 de zika e 103 de chikungunya, também sem mortes. No caso da chikungunya, a Serra vive, segundo especialistas, um grave surto da doença. O mesmo acontece em outras cidades da Grande Vitória.

...

Saulinho reconhece mais de 500 empreendedores serranos na Câmara da Serra

Mais de 500 empreendedores da Serra foram homenageados durante uma sessão solene em alusão ao Empreendedor Serrano, realizada na Câmara de Vereadores, na Serra...

Flashback e DJ Rennan Nunes animam Dia dos Namorados na Serra

O Cerimonial Manguinhos, localizado em Morada de Laranjeiras, na Serra, está organizando uma noite especial para o Dia dos Namorados. No evento, marcado para esta...

MUG realiza exposição gratuita sobre Homero Massena em Vila Velha

Até o fim do mês de junho, as fantasias usadas no desfile que consagrou a MUG como bicampeã em 2024, estarão expostas no Boulevard...

Está chegando a hora: escolha quando ir ao ESX 2024 de acordo com seus temas de interesse

Nesta sexta (14), sábado (15) e domingo (16), acontece na Praça do Papa, em Vitória, o maior evento de inovação do Espírito Santo: o...

Cardápio especial e muito romantismo com Murilo Godoy em cervejaria da Serra

Cardápio especial para os apaixonados, promoção de chopp e música ao vivo. Esse trio imperdível está nos preparativos para receber os casais no Dia...

Gabriel Nunes comanda noite dos namorados regada a rock em Laranjeiras

No Dia dos Namorados, nesta quarta-feira (12), o Mad Rocks, em Laranjeiras, na Serra, preparou uma programação romântica com música ao vivo super temática...