25.4 C
Serra
quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Morador da Serra vence prêmio de design nacional

Leia também

Pré-candidatos a prefeito serão sabatinados em Jacaraípe

Tem início nesta quinta-feira (12) uma série de debates com pré-candidatos a prefeito da Serra. O objetivo é levar...

Concursos públicos estaduais terão reserva de vagas para negro e índio

Concursos públicos e processos seletivos estaduais terão reserva de vagas para negros e índios. O benefício foi aprovado durante...

Norte Sul é interditada e trânsito fica caótico na Serra

Um trecho da rodovia Norte Sul, próximo ao Terminal de Carapina, foi interditado na Serra. Isso fez com que...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Rubens Szpilman criou uma nova concepção arquitetônica e artística para o uso dos cobogós, com o lançamento do Blodec. Foto: Divulgação

Referência internacional na produção de acessórios de decoração e utilitários em resina de poliéster, o artista plástico e designer Rubens Szpilman, que é morador da Serra, criou uma nova concepção arquitetônica e artística para o uso dos cobogós, com o lançamento do Blodec, um sistema patenteado de blocos modulares em resina de poliéster, produzidos artesanalmente. A inovação, em nível mundial, é uma das premiadas, na categoria Construção do 33º Prêmio de design Museu da Casa Brasileira, o mais tradicional e conceituado prêmio de design do Brasil. Os Blodecs estarão, junto com outros premiados, numa exposição que abre no próximo dia 23 de novembro na sede do museu, em São Paulo–SP, e vai até o dia 08 de Março de 2020.

O Blodec conta com cinco modelos de cobogós e quatro modelos de nichos, em 13 opções de cores translúcidas. Foto: Divulgação

O Blodec conta com cinco modelos de cobogós e quatro modelos de nichos, em 13 opções de cores translúcidas. A face externa das peças é polida, com acabamento em alto brilho, semelhante ao cristal. A parte vazada é fosca. Com a incidência da luz (natural ou artificial), o contraste das partes foscas e brilhantes cria efeitos visuais surpreendentes. “Conforme a intensidade da luminosidade e o ângulo de observação, criam–se espetáculos de luzes e sombras, que se projetam nos pisos e paredes e se renovam ao longo do dia, agregando enorme valor ao décor dos ambientes, com infinitas possibilidades”, enfatiza Rubens Szpilman.

Os diferentes modelos e cores podem ser combinados entre si, proporcionando arranjos únicos. É possível ainda a encomenda de cores exclusivas e o desenvolvimento de projetos especiais.

Além do apelo decorativo, o Blodec se diferencia pela sustentabilidade e enorme praticidade na instalação e manutenção. As peças são unidas com silicone comum, transparente, em sistema de junta seca, tornando a estrutura impermeável. Elas são coladas em suas quatro faces, cumprindo também a função de vedar a infiltração de água e a entrada de pó entre as peças. Dessa forma, inibe–se o desenvolvimento de fungos, mofo ou a incrustação de sujeira, como pode ocorrer nos outros materiais de cobogós e sua juntas.

A resina colada com silicone tem uma grande resistência estrutural. Dessa forma, dispensa o reforço com vigas ou colunas de ferro. A instalação é limpa e rápida, sem a necessidade de massa, rejunte e sem desperdício de material ou geração de resíduos. Um filme plástico protetor acompanha o produto, para protegê–lo durante o assentamento. O Blodec pode ser utilizado tanto em áreas internas como externas, em ambientes secos ou úmidos como o banheiro. Numa eventual mudança de casa ou apartamento, as peças podem ser facilmente removidas e reinstaladas noutro local.

Nichos Utilitários

A família Blodec também conta com a opção de nichos modulares, com maior profundidade que os blocos e que fazem às vezes de prateleiras e estantes, em diversos ambientes. “Essa é uma boa opção para os boxes de banheiro, por exemplo”, explica Szpilman. “A solução agrega diferenciais estéticos e utilitários, com a criação de espaços para acomodar os vários acessórios de banho e higiene pessoal, dentro e fora do box. Outro benefício é a segurança, já que a resina não se quebra como o vidro temperado”, concluí.

Sobre Rubens Szpilman

O artista plástico e designer Rubens Szpilman é referência na produção de elementos decorativos e utilitários em resina de poliéster, cuja criação define como “Esculturas Utilitárias”. Destaque para uma ampla linha de produtos para Salas de Banho, segmento em que é referência em nível internacional. Szpilman faz parte do seleto time de designers (único brasileiro) que desenha peças exclusivas para a americana Waterworks. A maior e mais badalada rede de boutiques de banho do mundo tem sede em Nova Iorque e mais de 40 luxuosos endereços, espalhados pelos EUA e Europa.

Comentários

Mais notícias

Concursos públicos estaduais terão reserva de vagas para negro e índio

Concursos públicos e processos seletivos estaduais terão reserva de vagas para negros e índios. O benefício foi aprovado durante a sessão extraordinária nesta quarta-feira...

Norte Sul é interditada e trânsito fica caótico na Serra

Um trecho da rodovia Norte Sul, próximo ao Terminal de Carapina, foi interditado na Serra. Isso fez com que o trânsito ficasse intenso e...

Estado prorroga pré-matrícula em escolas públicas ate o dia 19

A Secretaria da Educação (Sedu) prorrogou o prazo para a Pré-Matrícula na Rede Estadual para até o próximo dia 19. A publicação foi feita...

Café com negócios para mulheres em Laranjeiras

No próximo dia 18  às 19h acontece o Happy Hour com Ideia para mulheres empreendedoras no prédio da Unip, em Laranjeiras. O evento, que...

Você também pode ler

Conteúdo patrocinado

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!