Cultura do município e negros inspiram desfiles da Tradição e Mocidade

0
Cultura do município e negros inspiram desfiles da Tradição e Mocidade
A Mocidade Serrana vai desfilar no primeiro dia de festa no Sambão do Povo, dia 21 de fevereiro, e as fantasias custam R$ 25. Foto: Fábio Barcelos

Quatro escolas de samba na Serra entram na avenida do Sambão do Povo na próxima semana: Rosas de Ouro, Mocidade Serrana, Tradição Serrana e Império de Fátima. Na semana passada, o jornal Tempo Novo contou como serão os desfiles da Rosas e da Império. Agora é a vez  da Tradição e da Mocidade.

A Mocidade Serrana vai desfilar na quinta-feira (21) com o samba-enredo “IsquindôIôIô, IsquindôIáIá: a Serra canta sua cultura popular”, composto por Moacir e que será cantado pelos intérpretes Marcinho, Negro Dell, Anderson Boquinha, Ricardo e Lúcia de Abreu.

O desfile está previsto para as 22h, mas a concentração acontece às 20h, no Sambão do Povo. O tema vai mostrar a cultura serrana e irá representar figuras como Dona Coralina, Teodorico Boa Morte, Walter Assis e mostrará padroeiros como São Benedito e toda a história envolvendo o mastro e a comunidade negra.

Segundo o presidente da agremiação, Rogério de Yansã, serão muitos estreantes, mas veteranos na cultura da Serra. “Tem pessoas que nunca foram na avenida, mas irão prestar esta homenagem”, frisa.

À frente da bateria estará o Mestre Tim e a rainha é Marinã.  Serão cerca de 500 integrantes, distribuídos em 13 alas. A escola foi fundada em 12 de janeiro de 1980 e suas cores são rouxo e amarelo, tendo como símbolo a Fênix. “Somos a agremiação mais antiga da Serra, mas ficamos 26 anos afastados do Carnaval e estaremos voltando com força total, renascendo das cinzas”.

Cultura do município e negros inspiram desfiles da Tradição e MocidadeAs fantasias estão sendo vendidas por R$ 25 e podem ser adquiridas pelo telefone 99861-0508.

Já a Tradição Serrana entrará na avenida na sexta-feira (22), às 3 horas da madrugada, e levará o enredo ‘O Grito ecoou, no sorriso e no abraço, no negro a esperança brotou’ que será cantado pelos intérpretes Willians Barbosa e Michel Felipe. A composição é de Flávio Manoel e Jasson Cunha.

No comando da bateria, mestre Cimar Silva, que terá como sua rainha Leidiele Oliveira.  Serão 700 a 800 integrantes e 16 alas. Diretora da Tradição, Danielle Jesuino disse que a escola está passando por muitas dificuldades. “Mas iremos com toda garra para fazer um carnaval cheio de cores e alegria”, conta.

A Tradição vai completar 19 anos de fundação este ano e suas cores são o azul e o branco, tendo como símbolo o beija-flor e a coroa. Quem quiser desfilar com a agremiação, as fantasias estão sendo vendidas uma por R$ 70 e duas por R$ 100, e podem ser adquiridas pelo telefone  99688-1862, com Tainna Tibúrcio.

Danielle conta, ainda, que a escola terá a tradicional presença dos japoneses que já acompanham a Tradição, Yahji Leão e Kouko.

Comentários