27.9 C
Serra
sábado, 28 de março de 2020

Coronavírus / Salva vidas temem contaminação e pedem suspensão do serviço na Serra

Leia também

Mais de 43 mil moradores já se vacinaram contra gripe na Serra

Durante a primeira semana da Campanha de Vacinação contra gripe para os grupos prioritários, a Serra já imunizou mais...

Casagrande anuncia empréstimo sem juros e adiamento de impostos para ajudar microempresas do ES

Em pronunciamento na manhã deste sábado (28), o governador Renato Casagrande (PSB) anunciou uma série de medidas para ajudar...

Estado avalia multar e até cassar registro de quem abrir comércio

O Governo do Estado avalia multar e até cassar registro de comércio considerado não essencial durante a vigência das...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

Atualmente 92 salva vidas atuam nas praias da Serra, mas número cairá no final de março. Foto: Divulgação/Prefeitura da Serra

Por conta da pandemia de coronavírus, salva vidas que atuam nas praias da Serra querem que a prefeitura suspenda esse serviço até que a situação volte ao normal. Argumentam que as autoridades já pediram a população para não irem às praias e temem que possam contrair ou transmitir a doença em eventuais ações de salvamento.

Na manhã deste sábado, Tempo Novo ouviu dois profissionais que atuam nas praias da Serra, que pediram para não ter o nome divulgado por recearem punição.

Um deles disse que muitos guarda vidas tem que pegar ônibus para chegarem a seus postos. “Não é prudente, já que as autoridades estão pedindo para evitar circulação. E tem o perigo de pegar ou passar a doença durante um salvamento no mar. O governo já pediu para as pessoas não irem às praias”, afirma.

A outra fonte ouvida pela reportagem, afirmou que atualmente 92 profissionais atuam nas praias da Serra, mas que esse número cairá para 46 até o próximo dia 31 de março, quando cessa o contrato dos guarda vidas escalados como reforço para a alta temporada, que está no fim.

De acordo com essa fonte, os que continuam trabalhando ao longo do ano são os melhores classificados no teste físico aplicado na seleção, escolha que também leva em consideração a conduta do profissional nas praias. Assim tem sido nos últimos anos, diz esse guarda vida. Mas, segundo ele,  ao invés de manter essa prática, o comando tem dito que Prefeitura deverá fazer outro edital para contratar os 46  guarda vidas que atuarão na baixa temporada, entre abril e novembro.

“Isso vai atrair muita gente, sendo que deveria nos resguardar de aglomeração. No Taf (Teste de aptidão física) vem sempre cerca de uns 150 a 200 candidatos. Vai colocar todos em risco de contaminação”, diz, pedindo a prefeitura que não realize o processo também para garantir a renda dos que já estão classificados para os meses subsequentes.

Em nota enviada pela assessoria de imprensa, a Prefeitura da Serra disse que manterá o serviço de guarda vidas justamente para alertar a população a não permanecer nas praias. Quanto a realização de um novo processo seletivo para a manutenção de guarda vidas na baixa temporada, a Prefeitura disse que ainda está “verificando o processo” e não deu certeza se acontecerá. Confira a íntegra da nota.

A Secretaria de Defesa Social da Serra reforça o pedido de quarentena à população e alerta que este não é momento ideal para que se frequente praias. A equipe da Salvamar (Guarda vidas) foi treinada e capacitada e deve auxiliar a população informando para não frequentar os balneários. Os serviços essenciais à população estão mantidos no município. A Secretaria de Defesa Social ainda está verificando o processo(sobre nova seleção de guarda vidas).

 

Comentários

Mais notícias

Casagrande anuncia empréstimo sem juros e adiamento de impostos para ajudar microempresas do ES

Em pronunciamento na manhã deste sábado (28), o governador Renato Casagrande (PSB) anunciou uma série de medidas para ajudar empreendedores de menor porte na...

Estado avalia multar e até cassar registro de quem abrir comércio

O Governo do Estado avalia multar e até cassar registro de comércio considerado não essencial durante a vigência das medidas de restrição para controlar...

Comerciantes fazem manifestação na Serra para pedir reabertura de lojas

Empresários que possuem lojas em Laranjeiras e também na Serra Sede, fizeram uma manifestação na última sexta (27) pedindo a Prefeitura para voltar abrir...

Repasse de R$ 20 milhões para municípios e cestas básicas para alunos do Estado

O Governo do Estado anunciou na tarde da sexta-feira (27) que vai repassar quase R$ 20 milhões para fortalecer as ações de enfrentamento e...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem