24 C
Serra
quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Contarato ameaça ir à Justiça caso Bolsonaro nomeie filho para embaixada

Leia também

“Na Serra é Bruno Lamas para prefeito”, diz presidente do PSB de Casagrande

O presidente estadual do PSB, Alberto Gavini, confirmou que o secretário estadual Bruno Lamas será candidato a prefeito pelo...

Manato diz que PSL terá candidato a prefeito mesmo sem Bolsonaro

Na última terça-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro anunciou que irá deixar o PSL e criar um novo partido,...

Confira os gabaritos oficiais do Enem 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou na tarde desta quarta-feira (13) os gabaritos oficiais do...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Senador acusou nepotismo e promete ir à Justiça. Foto: Agência Brasil

Após Jair Bolsonaro (PSL) anunciar que pretende indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos, o senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) acusou o presidente de nepotismo e prometeu acionar a Justiça caso a nomeação realmente ocorra.

O anúncio de que Bolsonaro iria anunciar seu filho para o cargo gerou grande repercussão e críticas. Para o senador, isso é classificado como nepotismo e o ato viola a Constituição Federal. “Caso o Presidente indique o seu filho Eduardo Bolsonaro para assumir a embaixada do Brasil nos EUA, acionarei a Justiça contra o ato”, disse o capixaba.

Contarato ainda informou que Eduardo Bolsonaro já deu sinal de que vai aceitar o cargo. “O deputado já deu sinal de que aceitaria, mas isso é nepotismo (favorecimento de parente). Viola a Constituição Federal. O Art. 37 da nossa Constituição determina a observância aos princípios norteadores da Administração Pública, quais sejam: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, sendo, inclusive, autoaplicáveis”, afirma o senador.

“Daria conta do recado”, diz Bolsonaro

Para o presidente, a nomeação de seu filho seria boa, já que Eduardo é amigo dos filhos do presidente do Estados Unidos, Donald Trump. “Levamos em conta custo, benefício, como seria compreendido naquele país. Eu fiquei pensando assim: ‘Imagine se tivesse no Brasil aqui o filho do Macri como embaixador da Argentina?’. Obviamente que o tratamento seria diferente de outro embaixador normal. É uma coisa que está no meu radar, sim. Existe essa possibilidade. Ele é amigo dos filhos do Trump, fala inglês, fala espanhol, tem uma vivência muito grande de mundo. E, no meu entender, poderia ser uma pessoa adequada e daria conta do recado perfeitamente em Washington”, destaca Bolsonaro.

Comentários

Mais notícias

Manato diz que PSL terá candidato a prefeito mesmo sem Bolsonaro

Na última terça-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro anunciou que irá deixar o PSL e criar um novo partido, chamado Aliança pelo Brasil. Isso...

Confira os gabaritos oficiais do Enem 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou na tarde desta quarta-feira (13) os gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio...

Defesa Civil emite alerta para mais risco de inundação e deslizamentos na Serra

A Defesa Civil do Espírito Santo emitiu na tarde desta quarta-feira (13) um alerta para risco de deslizamentos e inundações por conta das chuvas...

Descontos de até 70% durante outlet em shopping da Serra

A oportunidade de fazer as compras de Natal com super descontos está no it Outlet, que acontecerá a partir desta quinta-feira (14)  até o...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!