24.7 C
Serra
quarta-feira, 03 de junho de 2020

Contarato ameaça ir à Justiça caso Bolsonaro nomeie filho para embaixada

Leia também

Tribunal de Justiça confirma integração das comarcas de Serra e Fundão

  O diretor do Fórum da Serra, Alexandre Farina, comentou a decisão do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES),...

Movimento Negro quer Lockdown com urgência no ES

Em carta aberta, representantes do Movimento Negro do ES pedem ao Governo do ES medidas para minimizar os efeitos...

Lojistas de Laranjeiras marcam novo ato por reabertura total do comércio

Um grupo de lojistas de Laranjeiras promete fazer na manhã desta quarta-feira (03), mais um ato pela abertura total...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Senador acusou nepotismo e promete ir à Justiça. Foto: Agência Brasil

Após Jair Bolsonaro (PSL) anunciar que pretende indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos, o senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) acusou o presidente de nepotismo e prometeu acionar a Justiça caso a nomeação realmente ocorra.

O anúncio de que Bolsonaro iria anunciar seu filho para o cargo gerou grande repercussão e críticas. Para o senador, isso é classificado como nepotismo e o ato viola a Constituição Federal. “Caso o Presidente indique o seu filho Eduardo Bolsonaro para assumir a embaixada do Brasil nos EUA, acionarei a Justiça contra o ato”, disse o capixaba.

Contarato ainda informou que Eduardo Bolsonaro já deu sinal de que vai aceitar o cargo. “O deputado já deu sinal de que aceitaria, mas isso é nepotismo (favorecimento de parente). Viola a Constituição Federal. O Art. 37 da nossa Constituição determina a observância aos princípios norteadores da Administração Pública, quais sejam: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, sendo, inclusive, autoaplicáveis”, afirma o senador.

“Daria conta do recado”, diz Bolsonaro

Para o presidente, a nomeação de seu filho seria boa, já que Eduardo é amigo dos filhos do presidente do Estados Unidos, Donald Trump. “Levamos em conta custo, benefício, como seria compreendido naquele país. Eu fiquei pensando assim: ‘Imagine se tivesse no Brasil aqui o filho do Macri como embaixador da Argentina?’. Obviamente que o tratamento seria diferente de outro embaixador normal. É uma coisa que está no meu radar, sim. Existe essa possibilidade. Ele é amigo dos filhos do Trump, fala inglês, fala espanhol, tem uma vivência muito grande de mundo. E, no meu entender, poderia ser uma pessoa adequada e daria conta do recado perfeitamente em Washington”, destaca Bolsonaro.

Comentários

Mais notícias

Movimento Negro quer Lockdown com urgência no ES

Em carta aberta, representantes do Movimento Negro do ES pedem ao Governo do ES medidas para minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus. Segundo...

Lojistas de Laranjeiras marcam novo ato por reabertura total do comércio

Um grupo de lojistas de Laranjeiras promete fazer na manhã desta quarta-feira (03), mais um ato pela abertura total do comércio. Um dos articuladores da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!