• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados
20.7 C
Serra
sábado, 12 junho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados

Conheça obra que Bolsonaro vai visitar na Serra nesta sexta (11)

Leia também

Ministro de Bolsonaro cita a Serra e divulga vídeo da obra do Contorno do Mestre Álvaro

Na última sexta-feira (11) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas publicou um vídeo em suas redes sociais,...

Atenção: Serra ainda tem vagas para vacinas de Covid (1° e 2° dose) e Influenza

A Prefeitura Municipal da Serra, por meio da secretaria de Saúde, informa que das vagas abertas nesta sexta-feira (11),...

Serra retoma aulas presenciais para 14 mil alunos do 6º ao 9º ano e EJA

  As atividades para os alunos da rede municipal de educação da Serra que estão cursando entre o 6º e...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O Contorno do Mestre Álvaro é a maior obra pública em andamento no ES e tem previsão de entrega no final do ano. Foto: Bruno Lyra

Na próxima sexta-feira (11) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) virá pela 1ª vez ao ES desde que foi eleito e sobrevoará a maior obra pública em andamento no ES,o Contorno do Mestre Álvaro. De responsabilidade do governo federal, o novo trecho de 18,9 km da BR 101 entre Jacuhy e Chapada Grande está previsto para ser entregue até fim do ano.

O TEMPO NOVO percorreu, nesta terça –feira (08), toda extensão da nova rodovia para acompanhar as obras. E viu que há muito o que fazer. A maior parte dos operários ouvidos nos vários canteiros de obras existentes ao longo do percurso disseram não acreditar que o Contorno do Mestre Álvaro fique pronto até o fim do ano.

Responsável pela construção, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) não havia respondido os questionamentos da reportagem até o momento da publicação. Tempo Novo também procurou a empreiteira Contractor, líder do consórcio executor da obra. Mas também ainda não teve retorno. No último dia 31 de maio, por ocasião da visita dos prefeitos Sérgio Vidigal (PDT) e Lorenzo Pazolini (Republicanos), este último de Vitória, a assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra informara que somente 40% da obra estava realizada.

A jornada feita pela reportagem começou na ponta sul do Contorno do Mestre Álvaro, na região do Jacuhy, onde será interseção com o Contorno de Vitória. No local já foi instalada uma estrutura de concreto.  Mas ainda falta o viaduto sobre a ferrovia Vitória – Minas. Veja vídeo.

Ainda perto do Contorno de Vitória, ao lado de uma usina de reciclagem de entulhos, o consórcio que está construindo a rodovia instalou uma fábrica de pré-moldados para atender demandas da própria obra. E estava produzindo nesta terça-feira.

Na sequência, o traçado chega aos alagados. Neste ponto estão sendo instaladas estacas de concreto. É que o trecho terá um elevado para facilitar o escoamento das águas em períodos chuvosos. A região é sujeita a grandes inundações que duram até semanas.

Queimado

O trecho seguinte fica perto do acesso ao sítio histórico de São José do Queimado e ao Centro de Detenção Provisória(CDP) da Serra. Ali também há brejos e foram instaladas estacas para fazer um elevado sobre o ribeirão Brejo Grande, outro trecho com fluxo d’água expressivo em épocas chuvosas. Veja o vídeo.

Ainda neste trecho rochas foram detonadas e morros cortados para a nova pista. E em pelo menos dois dos taludes já foram instaladas calhas de drenagem.  Há também o viaduto já erguido, um dos seis viadutos que o Contorno do Mestre Álvaro.

Guaranhus

Seguindo rumo ao norte, chega-se a Guaranhus. Ali fica mais um viaduto, que serve para a passagem da estrada de acesso ao Queimado partindo da Serra Sede. Veja o vídeo.

Em seguida, há uma grande reta que até a localidade de Itaiobaia. Ali há mais um viaduto, também já construído.

Itaiobaia   

Sempre no sentido norte, o Contorno dobra à esquerda. Ali vence uma pequena serra aos pés do Morro do Céu, com escavações e detonações de rocha. Veja o vídeo.

Muribeca

Chegando na tradicional localidade rural da Serra, avista-se mais um viaduto. Também muito adiantado. Sob ele, passa a estrada que liga Aroaba à BR 101 na altura do morro do Vilante. A essa altura as obras estão em terreno mais firme e assim será até ponto final em Chapada Grande.

Porém há exceções. Entre um morro e outro, há os fundos de vale alagadiços com as águas que formam a lagoa Juara. E nesses pontos estão sendo implantadas galerias para o escoamento das águas. Veja o vídeo.

Chapada Grande

A última etapa da jornada do Tempo Novo é o ponto onde o Contorno do Mestre Álvaro encontra a BR 101. Ali há mais um viaduto erguido. Porém, assim com na extremidade sul da nova rodovia, ainda não há o trevo de ligação com a BR. Veja o vídeo:

Vale lembrar que em nenhum ponto o Contorno do Mestre Álvaro recebeu asfalto.

15 mil veículos a menos no trecho entre Carapina e Serra Sede

Esperada há mais de duas décadas pelos serranos, o Contorno do Mestre Álvaro começou a ser construído em maio de 2019, já no governo Bolsonaro. O objetivo é que o tráfego de passagem, incluindo de veículos pesados, deixe de circular no atual trecho da BR 101 entre Carapina e Serra Sede, que será municipalizado. Espera-se que 15 mil veículos deixem de circular no trecho por dia, passando a usar o Contorno.

Além da preocupação com os impactos ao meio Ambiente – a nova pista gerou aterros de nascentes, alagados, desmatamentos e vai afetar animais pelo risco de atropelamentos – o Contorno do Mestre Álvaro é centro de outra polêmica: o fato de estar sendo construído com dinheiro público (o custo estimado é de R$ 400 milhões) e de que será entregue à Eco 101, empresa que tem a concessão da BR 101, cobra pedágio dos motoristas desde 2014, e vem atrasando a duplicação da via.

Vale lembrar que todo o traçado de 18,9 km do Contorno do Mestre Álvaro já será entregue duplicado pelo governo.  Veja abaixo galeria de fotos de diferentes trechos da obra capturadas nesta terça-feira (08) por Tempo Novo.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!