24 C
Serra
terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Condenado por nepotismo, Vidigal diz que é a favor da PEC para prisão em 2ª instância

Leia também

Cesan vai deixar bairros da Serra sem água nesta terça (28)

Moradores de algumas comunidades da Serra ficarão sem água nesta terça-feira (28). Isso porque a Companhia Espírito Santense de...

Praia do Barrote, em Jacaraípe vai receber parque itinerante de diversão

Nesta quinta (30) vai ter ação na praia de Jacaraípe, na Serra. É que o Parque de Farrapos estará...

Por conta de chuva e maré, trecho da ES-010 começa a ceder em Jacaraípe

Quem for passar pela rodovia ES-010, no trecho que fica na Curva da Baleia, entre Manguinhos e Jacaraípe, precisa...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O deputado afirma que é a favor da PEC para prisão em segunda instância. Foto: Gabriel Almeida

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados pode votar, na semana que vem, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/18, que possibilita a prisão após condenação em 2ª instância. Que, na prática, pode reconduzir o ex-presidente Lula para a prisão caso seja condenado em outros processos do qual é réu, como no caso do sítio de Atibaia.

Titular da CCJ, o deputado federal Sérgio Vidigal (PDT) disse que irá votar favorável à PEC. “A Justiça no Brasil é muito lenta e isso possibilitaria mais celeridade ao julgamento. E também reduziria a possibilidade de processos irem para a prescrição”, defendeu Vidigal.

Apesar de defender a PEC, Vidigal já foi condenado em 2ª instância pela prática de nepotismo na ocasião em que foi prefeito na Serra pela terceira vez (2009-2013). Ocorreu no final de maio deste ano, quando a 3ª Câmara Cível de Desembargadores condenou o deputado por improbidade administrativa caracterizada pelo crime de nepotismo.

A decisão afastou perdas de direitos políticos, porém, manteve uma multa de R$ 70 mil, à qual o parlamentar também recorreu à época.  O argumento de Vidigal em favor da prisão de 2ª instancia é para dar celeridade para os processos judiciais. No entanto, no caso de nepotismo, do qual foi condenado, houveram 39 adiamentos de votação dos desembargadores.

O colegiado de 2º instancia julgou procedente uma ação movida pelo Ministério Público e pela Prefeitura da Serra, que acusava Vidigal de prática de nepotismo ao nomear sua irmã no cargo de assessora especial CCI no período de seu 3º mandato (2009-2012) a frente da prefeitura. O cargo tem a maior remuneração entre os comissionados no valor de bruto de R$ 10 mil/mês.

Caso seja aprovada, será criada uma comissão especial para analisar a proposta e, em seguida, será submetida à votação em plenário. “O meu voto, tanto na CCJ como no plenário, será um voto favorável”, reiterou o deputado.

A votação da Emenda Constitucional é uma resposta à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na qual o réu só pode ser considerado culpado quando se esgotam todos os recursos. Essa decisão acarretou a soltura de Lula e outros políticos presos.

Vidigal, por sua vez, preferiu não se manifestar sobre esse caso. Vale lembrar que o PT da Serra está próximo do ex-prefeito, que já está em campanha pré-eleitoral.

“Discurso fácil e eleitoreiro”

Petistas ouvidos pela reportagem criticaram duramente a PEC, mas alguns deles evitaram entrar em choque direto com o ex-prefeito, de quem são aliados políticos. O deputado federal Helder Salomão disse que a proposta “é inconstitucional e oportunista”; uma tentativa de “golpe contra Lula”.

Sobre Vidigal, Helder desceu o tom: “Temos boa relação com Vidigal e vamos continuar dialogando com ele”.

Uma ala do PT, porém, critica o ex-prefeito. É o caso de Ivo Lopes, que faz parte do núcleo jovem do partido. “Ele está mais preocupado com o discurso fácil e eleitoreiro do que defender o histórico e avanços produzidos pela esquerda. Quer surfar na onda do antipetismo”, disparou.

Cleber Lanes também criticou Vidigal. “Acho que como filiado ao PDT, ele deveria seguir a orientação do seu partido (que é contra a PEC)”, disse.

Já o aliado mais fiel de Vidigal no PT, o vereador Aécio Leite, escorregou: “Não vou comentar, pois o parlamentar não pertence ao PT”.

Comentários

Mais notícias

Praia do Barrote, em Jacaraípe vai receber parque itinerante de diversão

Nesta quinta (30) vai ter ação na praia de Jacaraípe, na Serra. É que o Parque de Farrapos estará na Praia do Barrote, em...

Por conta de chuva e maré, trecho da ES-010 começa a ceder em Jacaraípe

Quem for passar pela rodovia ES-010, no trecho que fica na Curva da Baleia, entre Manguinhos e Jacaraípe, precisa ficar atento, pois uma parte...

Fortes ondas destroem avenida de praia da Serra | Veja vídeo

Moradores da comunidade de Marbella, na região de Nova Almeida, levaram um baita susto neste final de semana. As fortes ondas do balneário destruíram...

Mais de 130 vagas para cursos gratuitos na Serra

Nesta terça-feira (28), serão abertas 136 vagas para cursos gratuitos na Serra. Os moradores do município poderão se candidatar para as seguintes oportunidades: auxiliar...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem