26.7 C
Serra
sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Com mais de quatro mil casos, dengue volta a ser ‘dor de cabeça’ para moradores da Serra

Leia também

Em perseguição na Abdo Saad, em Jacaraípe, polícia recupera moto roubada

Na noite da última quinta-feira (24), policiais militares que faziam ronda recuperaram uma  moto roubada, Honda - modelo CG...

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às...

Comerciantes de Pitanga se unem e fazem campanha para movimentar comércio do bairro

Comerciantes de Pitanga se uniram e estão fazendo uma campanha para movimentar a economia do bairro. Pensando em atrair...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Cidade continua registrando altos números da doença. Foto: Everton Nunes

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, outras doenças também continuam preocupando e adoecendo a população capixaba. É o caso da dengue, que só este ano já infectou 4.210 moradores da Serra e voltou a ser uma ‘dor de cabeça’ para os populares, que afirmam estarem preocupados com o avanço da doença. Apesar do número de contaminados ser alto, é bem menor do que o registrado em 2019, quando no mesmo período, tinham sido 15.913 casos na cidade.

Mas isso não significa que a doença ainda não é uma grande preocupação, já que em alguns casos ela pode levar até a morte. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, felizmente, não houve nenhuma morte por dengue este ano na cidade. Enquanto em 2019, durante todo o ano, foram dez óbitos. Já segundo informações divulgadas pelo Estado, o Espírito Santo registrou nove mortes em sete meses.

Margarida do Couto, de José de Anchieta II, reclama do avanço da doença na cidade. “O fumacê passa muito pouco aqui no bairro. Claro que a população precisa ajudar a combater a dengue, mas a prefeitura também precisa dar um melhor apoio e fiscalizar os pontos abandonados que servem para proliferação do Aedes aegypti. Na minha comunidade, por exemplo, são vários terrenos baldios”, afirmou a popular.

Lucimara Souza, de Planalto Serrano, pediu o apoio de seus vizinhos no combate à dengue. “Precisamos de união para vencer esse mosquito. Isso já me infectou e quase morri. Por isso, hoje eu sei a importância de limpar o quintal. O problema é que uma andorinha sozinha não faz verão”, destaca a moradora.

Vale destaca que a Serra viveu um grande surto de dengue no ano passado. Este ano, logo no início, o Ministério da Saúde chegou a colocar o Município em alerta para a possibilidade de um novo surto. Além da grande quantidade de casos, a cidade também sofreu com a falta de distribuição de um inseticida, que deveria ter sido enviado pelo Governo Bolsonaro, mas ficou em falta por meses.

Ao TEMPO NOVO, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que vem fazendo ações de combate à dengue para conter o avanço da doença. “(Estamos) desenvolvendo ações de educação e mobilização social intensas junto às comunidades com o objetivo de alertar e orientar sobre a limpeza de quintais e casas visando eliminar focos do mosquito”, afirmou a pasta por nota.

Ainda segundo a secretaria, são realizadas ações de aplicação de larvicidas nos quintais, valões, terrenos e pontos viciados, além do carro fumacê e o uso de bombas costais. A Prefeitura da Serra também pediu que a população denuncie focos da doença pelo disque-dengue pelo telefone 3228-5394.

Bairros com o maior número de casos confirmados da doença

Os bairros com maior número de casos são: Planalto Serrano, Feu Rosa, Nova Almeida Centro, José de Anchieta I, Vista da Serra I, Nova Carapina II, Serra Dourada III, Novo Horizonte, Jardim Tropical e Balneário de Carapebus.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às 9h30, em Colina de Laranjeiras....

Comerciantes de Pitanga se unem e fazem campanha para movimentar comércio do bairro

Comerciantes de Pitanga se uniram e estão fazendo uma campanha para movimentar a economia do bairro. Pensando em atrair mais consumidores, um grupo está...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!