21.3 C
Serra
terça-feira, 20 de outubro de 2020

Cidade quer criar polo de tecnologia na saúde

Leia também

Estudo internacional vai avaliar risco de câncer com o pó preto

Avaliar a contaminação por metais no corpo humano e em animais aquáticos da Grande Vitória expostos ao pó preto,...

Alerta | Tuberculose já contaminou quase 100 pessoas este ano na Serra

Quase 100 pessoas foram infectadas pela tuberculose na Serra. Segundo a Prefeitura da Serra até hoje (19), 97 casos...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Além do Jayme Santos, maior hospital público do ES, a região de Laranjeiras tem o Dório Silva, o Metropolitano e diversas clínicas. Foto: Divulgação

O município da Serra pode ganhar um polo de tecnologia da informação na área de saúde. Isso porque, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Menegueli, a região da Grande Laranjeiras desenvolveu uma vocação natural para o setor.

“Temos em um pequeno raio vários hospitais e faculdades, o que mostra uma vocação natural. Estamos em conversa com diversas instituições para promovermos eventos e atrair empresas que queiram investir na área médica, especialmente as que trabalham com tecnologia de ponta”, explicou.

Sobre como atrair esse tipo de negócio, Menegueli afirmou que há programas que estimulam empresas, como o Desenvolve Mais Serra, além da Lei da Inovação. “Qualquer empresa de inovação, seja na área de saúde ou não, que queira se instalar na Serra, recebe incentivos fiscais e outros benefícios, desde que gere empregos locais e financie projetos educacionais ou sociais. Mas cada caso é analisado individualmente”, detalha. 

Em setembro de 2014, a prefeitura anunciou a criação do Polo de Inovação Tecnológica na Rodovia do Contorno (BR 101), próximo ao condomínio Alphaville e o polo industrial Jacuhy. Na época, foi informado que as obras seriam concluídas em 2015 e que o local abrigaria empresas de tecnologia da informação, eletrônica, mecânica e prestação de serviços.

Mas o projeto não saiu do papel. Menegueli disse inclusive que teria uma reunião no final da tarde de ontem (27) com dirigentes da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes) para retomar a discussão sobre o projeto do polo de tecnologia no Contorno. 

Enquanto os polos oficiais não saem, a cidade já possui informalmente um expressivo polo de empresas de TI, mas que é espalhado pela cidade: são cerca de 418 empreendimentos que desenvolvem programas e aplicativos para as áreas de educação, rochas, metalmecânica, meio ambiente e saúde.  

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Alerta | Tuberculose já contaminou quase 100 pessoas este ano na Serra

Quase 100 pessoas foram infectadas pela tuberculose na Serra. Segundo a Prefeitura da Serra até hoje (19), 97 casos da enfermidade foram confirmados na...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!