28.7 C
Serra
segunda-feira, 13 de julho de 2020

Chuva faz pasto virar lago e deixa córrego ‘furioso’ na Serra Sede

Leia também

Com diminuição nos casos e óbitos diários, Serra registrou somente uma morte nas últimas 48 horas

Mesmo com o Espírito Santo ultrapassando a triste marca de duas mil mortes causadas pelo coronavírus no último domingo...

Sine da Serra vai dar curso e os melhores terão emprego garantido

A Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda da Serra (Seter), em parceria com uma empresa prestadora de serviço para...

Opinião TN: O sucesso do governo Bolsonaro

Se tem uma frente em que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) está tendo sucesso é a do...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

Pastagem entre o Mestre Alvaro e o Jardim Botânico está cheia d’água e gera preocupação com enchentes em Jacaraípe. Foto: Divulgação/Internauta.

Segue chovendo intensamente na Serra nesta quarta-feira (13) e as conseqüências vão aparecendo em diversos cantos da cidade. Imagens capturadas agora há pouco, mostram a formação de um imenso lago na pastagem existente na baixada entre o Mestre Álvaro e o Jardim Botânico (Horto Municipal),  na Serra Sede.

Todo o aguaceiro é resultado da cheia do córrego Dr Róbson, que desce o Mestre Álvaro, e também de outros cursos d’água menores que escoam dos bairros do entorno. Daquele ponto, o Dr. Róbson segue em direção ao bairro Vista da Serra, onde o riacho foi canalizado e agora transborda, afetando casas e vias públicas.

Um dos canais que passa dentro do Jardim Botânico, que normalmente tem volume pequeno e às vezes até seca em períodos de estiagem mais intensos, virou uma ‘furiosa’ torrente, conforme mostra o vídeo abaixo feito por morador da Sede.

Depois de drenar a região da Serra Sede e Planalto Serrano, o Doutor Róbson desce até a lagoa Juara. Esta por sua vez, forma o rio Jacaraípe.

Moradores da região de Jacaraípe informam, que até o momento, não houve transbordamento do rio nem da lagoa Juara. O que há são acúmulos pontuais de água em algumas ruas.

Vale lembrar que em dezembro de 2013 Jacaraípe sofreu a pior enchente já registrada e em 2014 a Prefeitura da Serra iniciou obra de dragagem e alargamento do leito do rio. Intervenção que teve intenso impacto ambiental, mas que se espera que amenize o problema das enchentes nos bairro Lagoa, das Laranjeiras, São Patrício e Residencial Jacaraípe.

 

Comentários

Mais notícias

Sine da Serra vai dar curso e os melhores terão emprego garantido

A Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda da Serra (Seter), em parceria com uma empresa prestadora de serviço para uma siderúrgica, está oferecendo vagas...

Opinião TN: O sucesso do governo Bolsonaro

Se tem uma frente em que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) está tendo sucesso é a do meio ambiente. Sim, você não...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!