22.6 C
Serra
quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Cansados de esperar, moradores se unem e fazem ponto de ônibus na Serra

Leia também

Fábio Duarte o escolhido para ser o sucessor fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O abrigo foi construído por moradores do bairro na última semana. Foto: Divulgação

Cansados de esperar a instalação de um abrigo de ônibus, moradores de Cantinho do Céu, região de José de Anchieta, na Serra, se uniram e construíram o próprio abrigo em uma parada de ônibus que fica na rua Santa Luzia. Antes, os usuários do Transcol eram obrigados a esperar os coletivos debaixo de sol ou chuva.

A iniciativa veio de três moradores que sempre utilizam a parada de ônibus e já estavam incomodados com a situação. Em 2015, o Tempo Novo chegou a realizar uma matéria junto com a comunidade que na época já reclamava da falta de abrigo de ônibus na região. Na ocasião, os populares cobraram um novo abrigo na região.

Quem conta como tudo aconteceu é Andressa Rissari. “Eu, meu esposo e minha mãe tivemos a idéia de fazer uns bancos com uma mesinha debaixo de umas árvores lá. Com isso, outros dois moradores tiveram a idéia de fazer a cobertura para quando o morador fosse esperar o ônibus não ficasse em pé, nem nosol e nem na chuva”, disse.

Andressa ainda explicou que o morador Mariano Diniz foi o responsável por realizar todo o serviço. “Algumas pessoas doaram cimento e outros populares ajudaram com os outros materiais”, conta.

Margarida Couto, que mora próximo ao ponto de ônibus, aprovou a idéia. “Nós já estávamos cansados de ter que esperar os ônibus no sol ou na chuva. E quando chovia lá era cheio de barro. Até chegamos a pedir a instalação de um abrigo, mas não foi feito. Essa iniciativa dos moradores foi muito boa e agora temos uma cobertura”, afirma.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura da Serra que disse que existem 600 abrigos de ônibus na Serra e outros 500 serão construídos até o próximo ano.

Sobre o ponto de ônibus construído pelo morador, a prefeitura informou apenas que “equipes das secretarias de Desenvolvimento Urbano e Obras vão ao local”. 

Estrutura erguida pelos moradores na rua Amazonas, em Anchieta II no ano passado. Foto: Divulgação

Em 2018, moradores gastaram R$ 2 mil com abrigo

Essa não foi a primeira vez que moradores da região de José de Anchieta se uniram e construíram um abrigo de ônibus. Em março de 2018, outros moradores da comunidade de José de Anchieta II se uniram e gastaram R$ 2 mil com um ponto de ônibus.

O comerciante Adilson Ramos Rodrigues foi o responsável pela iniciativa.  Juntamos umas cinco pessoas na hora da montagem. Os materiais foram doados pelos próprios moradores. “Gastamos menos de R$2 mil, pois usamos material reciclado e conseguimos preço bom nos itens novos”, detalhou o morador na ocasião.

Na época, a Prefeitura da Serra tinha dito por meio da assessoria de imprensa, que o abrigo construído estava “fora dos padrões técnicos”. Mas afirmou que a iniciativa dos moradores é bem-vinda. Falou também que ao decidirem construir em espaço público, os moradores devem procurar a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, para construir dentro dos padrões técnicos exigidos pela lei.

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!